1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Igreja Católica queixa-se da falta de padres na Alemanha

A Igreja Católica na Alemanha tem problemas com a nova geração. Cada vez menos jovens buscam a formação clerical.

default

Na Igreja Católica faltam novos padres

Em comparação de longo prazo, o declínio é ainda mais dramático. Em 1990, foram registradas 366 ordenações; em 1991 e 1992, 329. Desde então, os números baixaram. Isso tem a ver com as inscrições para a formação clerical, que também diminuíram claramente. No ano passado, 1105 adolescentes ingressaram nos seminários; em 1990, foram 2876 e, em 1986, até mesmo 3627.

"Profissões clericais não estão em moda", afirmou Erwin Schmidt, diretor da diocese em Friburgo. Especialmente o celibato é um fator discutido pelos parentes dos candidatos ao sacerdócio, que começam seus estudos nas dioceses. Para eles próprios, o celibato não parece o problema principal, mas a falta de uma idéia concreta sobre o trabalho sacerdotal, segundo Schmidt.

A Igreja Católica na Alemanha precisa reformar sua imagem pública para atrair mais gente. Isto deve começar através do contato direto com os jovens nas paróquias e da orientação aos candidatos. Informação e orientação, estas são as novas divisas da Igreja Católica na Alemanha. "Atualmente, fala-se sobre os aspectos negativos do sacerdócio em primeiro lugar. Agora, é preciso destacar os aspectos positivos", disse Schmidt.

No Dia Internacional da Oração para as Profissões Clericais (21), tradicionalmente celebrado no quarto domingo depois da Páscoa, teve início uma novena em todas as paróquias. Ela marca o começo de uma ofensiva da Igreja para melhorar a sua imagem pública, especialmente entre a geração mais jovem.

Links externos