1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Hungria anuncia fechamento de fronteira com a Croácia

Ministro afirma que medida entra em vigor à meia-noite. Para barrar fluxo de refugiados, país já havia construído cerca na fronteira com a Sérvia. Migrantes devem agora seguir para Eslovênia ou permanecer na Croácia.

A Hungria vai fechar sua fronteira com a Croácia nesta sexta-feira (16/10) para barrar a entrada de milhares de migrantes que chegam ao país diariamente, disse o ministro do Exterior, Peter Szijjarto.

Após uma reunião do gabinete nacional de segurança, Szijjarto afirmou que a fronteira seria fechada a partir da meia-noite. A Hungria construiu uma cerca na fronteira croata, semelhante à erguida na fronteira com a Sérvia e concluída em meados de setembro.

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, opõe-se fortemente à imigração e prometeu proteger o país e o que chamou de valores cristãos. Ele defendeu a proteção das fronteiras húngaras e externas da União Europeia (UE) diante do afluxo de centenas de milhares de refugiados.

Mais de 383 mil migrantes entraram na Hungria neste ano, a maioria de passagem rumo à Alemanha e a outros destinos no oeste da UE. Após atravessarem os Bálcãs, eles chegavam à Sérvia e se dirigiam à Croácia, que, por sua vez, os enviava para a Hungria.

Após a fronteira com a Croácia ser fechada, os migrantes devem se dirigir à pequena Eslovênia com destino à Áustria ou permanecer em território croata. No país, os dias estão ficando mais frios, e as autoridades já estão tendo dificuldades em lidar com o enorme afluxo migratório.

Szijjarto afirmou que a Hungria informou Croácia, Eslovênia, Polônia, Eslováquia, Áustria e Alemanha sobre a decisão de fechar a fronteira. Ele disse que os migrantes poderão entrar com pedidos de asilo em duas zonas de trânsito a serem criadas na fronteira croata, mas atravessá-la só será possível em pontos de passagem oficiais.

LPF/ap/rtr/dpa

Leia mais