Hotel alemão inspira quartos em romances policiais | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 16.10.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Hotel alemão inspira quartos em romances policiais

Florestas sombrias e vulcões inativos – a misteriosa região do Eifel é um cenário comum em romances policiais. Agora, o local abriga o Krimihotel, o primeiro da Alemanha cujos quartos são baseados em famosos detetives.

default

O autor de romances policiais Jacques Berndorf

Chegar à pequena Hillesheim não é uma tarefa nada fácil, principalmente para quem depende de ônibus e trens como meio de transporte. Contudo, é justamente ali que se encontra o Krimihotel, o primeiro da Alemanha inspirado nos mais renomados agentes secretos do cinema e da literatura. E não é por acaso: a cidadezinha foi escolhida pelos amantes do gênero como a "capital dos romances policiais" do Eifel. Após um check-in na recepção, os hóspedes do Krimihotel são acomodados em um dos quartos temáticos do estabelecimento – como o de James Bond, por exemplo.

Bem próximo do 007

Primeiro obstáculo: Na porta, um aviso diz "Não toque". Ao centro encontra-se um botão, semelhante a uma pequena campainha. Se o hóspede ainda assim ousar pressioná-lo, uma voz entoa: "Meu nome é Bond. James Bond". Ao entrar no quarto, a recepção é feita por uma estátua em tamanho original da famosa bondgirl do filme 007 contra Goldfinger – a icônica loura de biquíni com corpo coberto de dourado. E sobre a cama, na parede, está o próprio agente: em uma tela, a clássica silhueta de James Bond remete à abertura do filme.

O cômodo é dividido em dois ambientes por uma cortina de contas brilhantes, que formam um dégradé com as cores do arco-íris. Um ambiente típico dos anos 60. Ao atravessar para o outro lado, dúzias de pôsteres decoram as paredes: trata-se dos cartazes de todos os filmes do 007, desde o início até hoje.

Flash-Galerie Krimihotel

Uma noite com James Bond: no Krimihotel, tudo se passa como no filme original

O quarto é apenas um dos dez cômodos temáticos do primeiro hotel alemão baseado em romances policiais. Desde meados de setembro, os fãs de suspense têm a possibilidade de imergir no mundo dos seus heróis: Hitchcock, Comissário Maigret, Derrick, Miss Marple ou Edgar Wallace. Todos os quartos são equipados com os respectivos adereços.

"Elementar, caro Watson!"

Alguns cômodos adiante, a hóspede Marianne König passa a noite no Krimihotel em comemoração ao dia do seu casamento. Para agradar o marido, ela optou pelo quarto de Sherlock Holmes. Mas não foram as obras do escritor Sir Arthur Conan Doyle que atraíram o casal e sim um hábito característico do detetive: seu famoso cachimbo. Vez ou outra, o marido de König também gosta de acender um, o que levou optar pelo cômodo.

As antiguidades trazem uma atmosfera particular ao ambiente. Uma imagem do detetive também figura pendurada diretamente sobre a cama e, em cima da mesinha de cabeceira, repousa o cachimbo de Sherlock. "São pequenos acessórios, conectados, e tudo faz com que a gente se sinta um pouco deslocado no tempo", relata Marianne König.

À procura de um diferencial

Deutschland Tourismus Krimihotel in Hillesheim Eifel

Fachada centenária do Krimihotel, em Hillesheim

Com sua fachada de mais de 100 anos de idade, duas pequenas torres laterais e janelas salientes, o tradicional hotel parece ter sido feito para se tornar o Krimihotel, afirma o diretor do empreendimento, Christoph Böhnke. Sua ideia, no entanto, não é completamente nova: pelo contrário, ele está seguindo uma tendência da indústria hoteleira.

A demanda atual do ramo não é mais por pernoites comuns, em hotéis normais; as pessoas procuram vivenciar algo, estão em busca de um diferencial, explica Böhnke, que particularmente também é fã de James Bond.

Além dos quartos temáticos, o hotel oferece ainda um extenso programa para os seus hóspedes. No lounge do estabelecimento, são realizadas leituras regulares de romances policiais e também é possível se inscrever para diferentes passeios ligados à temática ou ainda ocasionais workshops, nos quais os casos de mistério precisam ser solucionados pelos próprios participantes. 

Krimiwanderung in Hillesheim

Hotel oferece excursões para fãs do gênero policial

Apreciadora do gênero, Marianne König aproveita a chance para seguir as pistas de um dos seus autores favoritos: Jacques Berndorf. No final dos anos 80, o ex-jornalista começou a escrever romances policiais e elegeu a região de Eifel como cenário para as suas histórias. Atualmente, suas publicações já ultrapassam a marca dos quatro milhões de exemplares. Juntamente com outros autores, como Ralf Kramp, o escritor conseguiu criar um gênero próprio: o dos romances policiais da região do Eifel. Tema, é claro, de mais um dos quartos do Krimihotel.

Autora: Anggatira Gollmer (mdm)
Revisão: Simone Lopes

Leia mais

Links externos