1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Horário de verão sem riscos

No centro e sul da Europa, o horário de verão inicia-se neste domingo (30). Mais uma vez, a eterna dúvida: atrasar ou adiantar o relógio? E quando? O relógio controlado por rádio resolve automaticamente a questão.

default

Uma hora de sono a menos neste domingo

O tempo e seus tormentos. Segundo Lewis Carroll, o autor de Alice no país das maravilhas, um relógio parado ainda é melhor do que um permanentemente fora de compasso, pois duas vezes por dia ele estará 100% correto. Cabe apenas saber quando...

Um caso típico: há mais de meia hora você espera por um encontro marcado, a impaciência aumenta, tudo indica que levou um bolo. Até que uma olhada num relógio de rua revela a verdade: a pessoa em questão é provavelmente pontualísssima, você é que, distraído ou mal informado, chegou tarde demais.

Todos os anos, há duas ocasiões ideais para mal-entendidos desse tipo, uma das quais se anuncia neste fim de semana: em 30 de março começa na Europa o horário de verão, às duas horas da madrugada os relógios são adiantados uma hora. Na Alemanha, o horário variável só foi introduzido em 1980, sob a promessa de que ajudaria a poupar energia, com a redução do consumo de eletricidade nos dias de verão, mais longos.

O relógio inteligente

Até hoje, o argumento carece de provas e a mudança de estação continua dando margem a muita confusão e a situações constrangedoras. Entretanto, para tal já existe o antídoto perfeito: o relógio controlado por rádio. Quem possui um, estará para sempre livre das eternas dúvidas quanto a "qual o dia de acertar o relógio?", "a que horas mesmo?" "em que direção, para frente ou para trás?".

Uhrenpark auf dem Gelände der ehemaligen Bundesgartenschau Umstellung Sommerzeit

Precisão absoluta no Parque dos relógios de Düsseldorf

Não se trata apenas de precisão, já que a de um relógio de quartzo basta francamente para o dia-a-dia: o sistema de controle por rádio elimina a necessidade de qualquer tipo de ajuste. De início, aparelhos desse tipo eram inacessíveis ao consumidor comum. Porém – possivelmente graças ao apreço dos alemães pela pontualidade – neste país essa tecnologia desenvolveu-se de forma a permitir que os modelos mais econômicos custem menos de 10 euros.

O princípio envolvido é tão simples quanto eficiente: uma central transmite por ondas de rádio as informações do relógio atômico, que fornece a hora oficial. Em casa, basta ter um relógio equipado com um receptor e um microcontrolador adequados. Este último tem a dupla função de decodificar os sinais e de passá-los ao mostrador, o qual tanto pode ser digital como de ponteiros. Enfim: quem ainda se refere a seu relógio de pulso como "o bobo" ("porque trabalha de graça!") é porque nunca viu este modelo...

No princípio está o átomo

Atualmente, existem em todo o mundo cerca de 20 emissoras de "cronossinais", nove das quais na Europa. A única da América do Sul, ao que tudo indica, fica na Argentina. A central da Alemanha, situada em Mainflingen, na proximidade de Frankfurt, está acoplada ao Instituto Federal de Física e Técnica (PTB), de Braunschweig, desde 1978 encarregado de "fornecer a hora oficial para a vida pública na Alemanha". O órgão dispõe de quatro relógios atômicos, os quais, alimentados pelas vibrações dos átomos do elemento césio, levam 300 mil anos para desviar-se um só segundo da hora efetiva. Sua exatidão é tamanha que, no espaço de um ano, os quatro diferem entre si em apenas um milionésimo de segundo.

Gib mir noch Zeit

Dobrando o tempo

Duas antenas de ondas longas em Mainflingen encarregam-se de transmitir esses sinais ultraprecisos num raio de dois mil quilômetros, o suficiente para cobrir todo o território alemão. Como quase tudo em nosso mundo informatizado, o código de transmissão baseia-se no princípio dos bits e bytes. Uma vez por segundo, o transmissor reduz a amplitude do sinal em 25%: uma redução durante 0,1 segundo equivale a um "0" informático ( low bit), enquanto 0,2 segundo significa "1" ( high bit).

O bit do 59º segundo é sempre ausente, avisando o início do próximo minuto, assim como a posição zero. Um aspecto essencial, pois, dependendo de sua colocação, cada grupo de sinais tem um significado fixo. Assim, os bits emitidos nos segundos 42 a 44 são reservados para os dias da semana, e correspondem aos algarismos 1, 2 e 4, respectivamente. Isto é: um low bit seguido de dois high bits nessas posições, por exemplo, indicariam o sexto dia da semana (0+2+4).

A propósito, o sinal transmitido de Mainflingen recebe a denominação internacional "DCF77": D de "Deutschland", C designando um emissor de ondas longas e F para lembrar a proximidade de Frankfurt. O número final refere-se à radiofreqüência utilizada, de 77,5 quilohertz, numa potência de 50 quilowatts.

O código certo é a alma do negócio

Dotados do hardware e software adequados, os relógios controlados por rádio recebem e interpretam as seqüências de bits. Essas frases informáticas contêm não apenas os dados sobre hora, minuto, dia, mês e ano, como um indicador de que se trata do verão ou do inverno, um comando para a comutação entre os dois horários, e mesmo um aviso, caso a antena transmissora de reserva tenha sido ativada. Desse modo, o relógio de parede ou de pulso está perfeitamente sincronizado com os monstros atômicos do PTB. Ou melhor, quase perfeitamente, já que é possível uma defasagem de um milissegundo.

Weltzeituhr am Alexanderplatz

A hora do mundo na torre de televisão da Alexanderplatz, Berlim

Mesmo assim, com um relógio "radiocontrolado", não há mais espaço para desculpas do gênero "o despertador não tocou". Ao receber o comando para a mudança de horário, ele automaticamente pára ou salta uma hora para a frente, conforme o caso. Inútil dizer: para gozar da precisão atômica e das funções inteligentes, é indispensável estar na área de um radioemissor utilizando a freqüência e o sistema de codificação apropriados. Caso contrário, o aparelho se comportará como um relógio de quartzo comum.

Poupar ou não, eis a questão

Retornando à raiz de todos os males, o horário variável: na Alemanha, ele ao menos tem o agradável efeito de, no alto verão, proporcionar claridade até as 23 horas. Uma compensação mais do que justa para os dias de inverno, quando o anoitecer começa às 16 horas...

Quanto à razão de ser original do horário de verão – a suposta economia de energia –, ela é atualmente questionada pelos ambientalistas. Eles lembram que, já em abril, quando as pessoas acordam mais cedo e ainda faz frio, a calefação também começa a trabalhar uma hora mais cedo. O horário de verão na Alemanha termina em 26 de outubro.

Links externos