1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Homenagens às vítimas marcam os dez anos do tsunami no Oceano Pacífico

Terremoto seguido por onda gigante deixou cerca de 230 mil mortos em 14 países, incluindo Indonésia, Tailândia e Sri Lanka. Celebrações têm participação de famílias das vítimas e sobreviventes da tragédia.

Milhares de pessoas na Indonésia participam nesta sexta-feira (26/12) da homenagem às vítimas do tsunami que há dez anos causou cerca de 230 mil mortos no Oceano Índico. Cerimônias são realizadas em outros 14 países afetados pelo desastre.

Familiares das vítimas e sobreviventes se reuniram na mesquita de Baiturrahman, em Banda Aceh, capital da região de Aceh, no norte da ilha indonésia de Sumatra. A região foi a mais afetada, com cerca de 170 mil mortos.

O templo foi um dos poucos que se manteve de pé e serviu como refúgio para alojar pessoas nos dias seguintes ao desastre provocado por um terremoto de magnitude 9,1 na escala Richter, com epicentro em frente ao litoral de Sumatra.

O governador de Aceh, Zaini Abdullah, agradeceu aos participantes, tanto locais como estrangeiros. "O tsunami causou uma profunda dor ao povo de Aceh pela perda de entes queridos", lembrou. "A simpatia do povo da Indonésia e da comunidade internacional ajudou nossa recuperação", ressaltou Zaini.

Zehn Jahre nach Tsunami in Banda Aceh Indonesien

Estudantes da Indonésia prestam homenagem aos mortos no tsunami

Exposições fotográficas

As cerimônias que lembraram os dez anos do tsunami em Aceh incluem exposições fotográficas no Museu do Tsunami e mostras de artesanto. Elas terminam no sábado com uma corrida de dez quilômetros ao longo das zonas mais afetadas da região.

O tsunami também foi lembrado em outros 14 países onde o desastre causou vítimas mortais, como na Tailândia. Em Khao Lak, popular destino turístico no sul do país, o décimo aniversário do tsunami foi celebrado com leituras de poesia, velas e orações em homenagem aos mortos.

Um pastor luterano alemão rezou na praia com mais de 100 famílias das vítimas e de sobreviventes. "Muitas feridas cicatrizaram, mas ainda existem muitas abertas", frisou o pastor Uwe Rieske. "Muitas pessoas também dizem que ganharam mais força."

Então com 15 anos de idade, Ben Atréu Flegel testemunhou o desastre. "Meu sangue correu nesta terra", disse. Ele conseguiu se salvar, mas seus avós morreram.

O tsunami causou mais de cinco mil mortos na Tailândia, quase metade deles eram turistas. Outras cerimônias também foram agendadas na Índia e Sri Lanka que, juntamente com a Indonésia e Tailândia, foram os mais afetados em número de mortos.

MD/apf/lusa/dpa

Leia mais