1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Holanda e Argentina decidem adversário da Alemanha na final

Sem Di María, argentinos tentam chegar à decisão para acabar com jejum de 28 anos sem um título mundial. Enquanto holandeses, que já colecionam três vices, apostam fichas em Robben para levantar taça pela primeira vez.

Holanda e Argentina disputam nesta quarta-feira (09/07) mais do que uma vaga na final da Copa contra a Alemanha. Em campo, em São Paulo, estará a possibilidade de continuar brigando por uma taça que os argentinos não levantam há 28 anos e que os holandeses jamais conquistaram.

A bicampeã Argentina chega para as semifinais com 100% de aproveitamento. Mas todas as suas cinco vitórias foram por apenas um gol de diferença e graças a momentos de genialidade de Lionel Messi, o que, para muitos, mina sua chance de conquistar o título.

"A Argentina tem um excelente time, com grandes qualidades individuais, como Messi. Mas não está sempre atacando", disse o técnico da Holanda, Louis van Gaal.

O time do técnico Alejandro Sabella, porém, é o terceiro que mais chutou a gol na Copa – são 87 finalizações – e é o segundo no ranking das seleções que mais executam passes. Nenhuma outra equipe neste Mundial, além disso, cruzou mais bolas na área que a Argentina.

O bom funcionamento do ataque argentino, porém, pode ser comprometido pela ausência de Angel Di María, fora da partida por lesão muscular. Já sem Sergio Agüero, desfalque desde a fase de grupos, Sabella pode optar por um esquema com cinco defensores, com Basanta de titular, ou manter a formação atual, o que daria a vaga a Lavezzi.

WM 1978 Argentinien vs. Niederlande

Jogando em casa, a Argentina venceu a Holanda na decisão da Copa do Mundo de 1978

Já a Holanda chega para a sua segunda semifinal seguida de Copa tendo vencido quatro jogos e empatado um, numa trajetória que começou empolgando, com uma goleada sobre a Espanha, mas logo decaiu, culminando num 0 a 0 com a Costa Rica nas quartas de final.

Para tentar parar Messi, os holandeses podem ter o surpreendente retorno do volante Nigel De Jong, que já estaria recuperado de um problema na virilha e, segundo a imprensa local, vem treinando normalmente para ser titular nesta quarta.

"São muitas as coisas que nos preocupam na Holanda. Talvez tenham o melhor contra-ataque da Copa. Mas também é uma equipe que, se você deixar jogar, se dar espaço, pode fazer muito estrago. Eles têm muitas variáveis. Depende de nós minimizar tudo isso", previu o volante Javier Mascherano.

Argentina e Holanda reeditam um confronto que já ocorreu outras quatro vezes em Copas. O mais célebre deles em 1978, quando os argentinos, jogando em casa, impuseram aos holandeses um dos seus três vices mundiais.

Prováveis escalações

Holandas: Jasper Cillessen; Stefan De Vrij, Ron Vlaar e Bruno Martins Indi; Dirk Kuyt (Daryl Janmaat), Georginio Wijnaldum (Nigel De Jong), Wesley Sneijder e Daley Blind; Memphis Depay, Arjen Robben e Robin van Persie. Técnico: Louis van Gaal.

Argentina: Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Martín Demíchelis, Ezequiel Garay e Marcos Rojo; Javier Mascherano, Lucas Biglia, Ezequiel Lavezzi (José María Basanta) e Enzo Pérez; Lionel Messi e Gonzalo Higuaín. Técnico: Alejandro Sabella.

Local

Arena São Paulo, São Paulo

Arbitragem

Cuneyt Cakir (Turquia), auxiliado por seus compatriotas Bahattin Duran e Tarik Ongun.

Destaques

Holanda

WM 2014 Viertelfinale Niederlande Costa Rica

Robben é o principal jogador holandês

Arjen Robben: O atacante do Byern de Munique definitavamente sabe onde está o gol adversário. Incríveis 94,1% de suas finalizações vão ao alvo. Nesta Copa, ele já anotou três gols e deu uma assistência. A marca registrada dele são as arrancadas fulminantes, entrando muitas vezes na diagonal procurando concluir as jogadas. Não é a toa que Welsey Sneijder disse que "Robben é o Messi da Holanda nesta Copa".

Argentina

Lionel Messi: É bem verdade que Messi ainda não marcou na fase mata-mata deste Mundial, mas isso não tira o fato de ele ser o principal condutor de jogadas na "Albiceleste". Contra a Suíça, ele deu o passe decisivo e, contra os belgas, Messi deu até carrinho e fez as vezes de volante marcador. A Argentina começou o Mundial com um quarteto fantástico e chega à semifinal apenas com a metade deles (Di María e Sergio Agüero estão contundidos). Um motivo a mais para Lionel Messi ser Lionel Messi contra a Holanda: decisivo.

Retrospecto

Holanda e Argentina já se enfrentaram oito vezes – sendo a metade em Copas do Mundo. Foram quatro vitórias da "Oranje", três empates e apenas uma vitória da Argentina (na final da Copa de 1978). Em Copas, a Holanda venceu por 4 a 0, em 1974, na fase de grupos; e por 2 a 1, pelas quartas de final da Copa de 1998. Em 2006, também na fase de grupos, um empate sem gols deu um ponto para cada equipe. E em 1978, a Argentina foi campeã mundial vencendo a final em Buenos Aires por 3 a 1, na prorrogação.

Último confronto

Foi em junho de 2006, pela fase de grupos da Copa de 2006. O placar foi 0 a 0, e alguns jogadores presentes no elenco atual participaram daquela partida. Dirk Kuyt, Robin van Persie, Wesley Sneijder e Arjen Robben (banco) pela Holanda, além de Javier Mascherano, Lionel Messi e Rodrigo Palacio (banco) pelo lado argentino.

Leia mais