1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Holanda bate africanos, vai às oitavas e leva Argentina junto

Vitória por 2 a 1 sobre a Costa do Marfim leva equipe holandesa à 2ª fase da Copa e garante vaga também aos argentinos. Europeus e sul-americanos disputarão primeiro lugar do grupo C.

default

Ruud van Nistelrooy marcou o gol que classificou holandeses

A Holanda venceu a Costa do Marfim por 2 a 1 nesta sexta-feira (16/6), em Stuttgart, e garantiu sua classificação para as oitavas-de-final da Copa do Mundo. O resultado também deu à Argentina, automaticamente, uma vaga na segunda fase do torneio, confirmando o favoritismo do "grupo da morte".

Os africanos estão eliminados do Mundial, assim como a seleção de Sérvia e Montenegro, que levou 6 a 0 dos sul-americanos nesta sexta, em Gelsenkirchen. Ambas equipes já haviam sido derrotadas na estréia (a primeira por 2 a 1 para a Argentina, a segunda por 1 a 0 para a Holanda).

Agora, Argentina e Holanda jogam no dia 21, em Frankfurt, para decidir, na última rodada desta fase classificatória, quem fica com a primeira posição do grupo C.

Em Stuttgart

A equipe marfinense não vendeu barato a sua eliminação. Os africanos começaram em um ritmo mais lento do que seu adversário, levaram um gol aos 22 minutos do primeiro tempo em cobrança de falta de van Persie, mas se reergueram ao longo do confronto.

A Holanda insistiu em suas jogadas longas, com lançamentos nas pontas e foi bem marcada. Robben e van Persie estiveram em um bom dia, mas encontraram muita resistência por parte da defesa rival.

Drogba, do lado africano, maior esperança de sua equipe, esteve apagado. Assim como na estréia contra os argentinos. O jogador do Chelsea não correspondeu às expectativas em torno de seu potencial.

Os holandeses ampliaram ainda no primeiro tempo, com van Nistelrooy aos 26 minutos. O centroavante recebeu assistência de Robben já dentro da área e, livre de marcação, chutou firme na saída do goleiro Tizié.

Bakary Kone diminuiu a vantagem holandesa também antes do intervalo, aos 37 minutos. Ele marcou o gol mais bonito do jogo ao avançar pela intermediária com a bola dominada, passar por três adversários e chutar a bola cruzada, forte, no ângulo direito de van der Sar.

A etapa complementar foi marcada pelo domínio africano que não foi transformado em gols. A Costa do Marfim, a exemplo do que já havia mostrado na última edição da Copa da África, encontrou muitas dificuldades para transformar a sua aptidão física em algo objetivo.

HOLANDA 2 x 1 COSTA DO MARFIM

Holanda
Van der Sar; Heitinga (Boulahrouz), Ooijer, Mathijsen, Van Bronckhorst; Van Bommel, Sneijder (van der Vaart), Cocu; Van Persie, Van Nistelrooy (Landzaat), Robben
Técnico: Marco Van Basten

Costa do Marfim
Tizié; Eboué, K. Touré, Meité, Boka; Zokora, Romaric (Yapi-Yapo), Yaya Toure, Bakary Kone (Dindane); Aroune Kone (Akale), Drogba
Técnico: Henri Michel

Data : 16/06/2006 (Sexta-feira)
Local: Estádio Gottlieb-Daimler
Árbitro: Oscar Ruiz (Colômbia)
Auxiliares: José Navia (Colômbia) e Fernando Tamayo (Equador)
Cartões amarelos: Robben, Mathijsen, van Bommel (H), Zokora, Drogba, Boka (C)
Gols: Van Persie (H), aos 22min, Van Nistelrooy (H), aos 26min, Bakary Kone (C), aos 37min do primeiro tempo

Leia mais