Historiador Garton Ash recebe Prêmio Carlos Magno | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 22.01.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

União Europeia

Historiador Garton Ash recebe Prêmio Carlos Magno

Autor impulsiona debate necessário sobre normas e valores europeus, afirma conselho do prêmio, um dos mais importantes da Europa e concedido a pessoas que contribuíram para a integração europeia.

O historiador britânico Timothy Garton Ash, de 61 anos, receberá o Prêmio Carlos Magno de 2017 por sua contribuição ao diálogo na Europa, afirmou neste domingo (21/01) o conselho responsável pela escolha. Garton Ash é diretor do Centro de Estudos Europeus da Universidade de Oxford e autor de uma obra que, segundo o conselho, impulsiona um debate necessário sobre normas e valores europeus.

Garton Ash é um "europeu britânico e um britânico europeu" que sempre defendeu a unidade do continente e contribuiu para dar à opinião pública uma visão positiva das revoluções pacíficas no leste da Europa e da reunificação alemã, afirmou o conselho.

O triunfo do Brexit no referendo britânico foi qualificado por Garton Ash de derrota pessoal. Ele disse que pretende continuar lutando pela vinculação do Reino Unido à União Europeia.

"Ele é um defensor da democracia e de seus princípios e de uma cultura de debates abertos e um lutador para que a verdade se imponha sobre a mentira na sociedade da comunicação", afirmou o conselho. "Timothy Garton Ash se opõe aos populistas do nosso tempo e desenvolve ideias que podem nos guiar no mundo globalizado", acrescentou.

O Prêmio Carlos Magno é entregue desde 1950 pela cidade alemã de Aachen a pessoas que contribuíram para a integração europeia. Em 2016, a distinção foi concedida ao papa Francisco.

AS/efe/dpa

 

Leia mais