1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Hip hop de Akua Naru chega ao Brasil

Em turnê pelo país, MC americana radicada na Alemanha apresenta ao público brasileiro sua música com influências de blues, jazz e rock. Artista divide o palco com os rappers Emicida e Rael da Rima.

O hip hop foi a maneira que Akua Naru encontrou para se expressar. Mas sua música vai além, tendo forte influência da música negra dos Estados Unidos. A americana radicada na Alemanha faz agora sua primeira turnê no Brasil.

"Esta é minha primeira vez no país e estou amando a experiência. Meus primeiros shows foram incríveis, com uma energia e uma plateia maravilhosas", disse em conversa com a DW Brasil. "Foi ótimo me apresentar novamente com o Emicida e finalmente conhecer o Rael pessoalmente."

Akua Naru já havia dividido o palco com o rapper brasileiro Emicida na Alemanha. Agora, em sua passagem pelo Brasil, a artista vai se apresentar com a banda que acompanha o também rapper brasileiro Rael da Rima. Os três artistas ainda vão se cruzar em diferentes ocasiões ao redor do país.

Depois de passar por Belo Horizonte e São Paulo, Akua Naru apresenta-se em Guarulhos, neste sábado (15/11), e em São José dos Pinhais, no domingo, de onde segue para outras cidades.

Gospel, jazz, blues

Akua Naru gosta de ressaltar que não canta, mas rima. "Sou primeiramente uma poetisa. Uso o hip hop para passar minha mensagem, já que o gênero é uma forma muito poderosa de comunicação", diz. "Tenho muito orgulho de conseguir misturar o hip hop com outros estilos, como blues, jazz e até mesmo rock."

A inspiração musical da MC veio de berço. Akua Naru cresceu na igreja, cercada pela música gospel americana. Além disso, sua vida sempre foi embalada pelo blues, jazz, reggae e, naturalmente, pelo hip hop.

"Música faz parte da minha cultura, e isso vai além de apenas ouvir, ela faz parte de nossas tradições. O jazz é nossa música clássica, e gospel é a base de todas a música contemporânea americana", afirma.

Akua Naru

Akua Naru: "Minhas músicas são histórias que eu queria ouvir e que acho que devem ser contadas"

Desde pequena, a artista tem fixação pelas palavras. Suas memórias mais antigas envolvem ritmo e poesia, e ela se diz apaixonada por fazer música através das palavras.

"Estudei história, e isso é algo muito importante para mim. Também me aprofundei em 'herstory' [história escrita de uma perspectiva feminina, enfatizando o papel da mulher]. Minhas músicas são histórias que eu queria ouvir e que acho que devem ser contadas", define.

Ao redor do mundo

Depois de uma temporada na China, há seis anos Akua Naru se instalou em Colônia, no oeste da Alemanha. "Foi o destino. Era para eu estar lá", conta. Na cidade, ela começou a trabalhar no que se tornaria seu primeiro disco, ao lado dos produtores TheDrumkidz, entre outros.

Lançado em 2011, o álbum The Journey Aflame mistura o hip hop dos anos 1990, de artistas como Lauryn Hill e The Roots, com um domínio lírico profundo e rimas carregadas de consciência social.

"Nunca imaginei que esse disco me levaria para tantos lugares diferentes e me permitiria atingir tantas pessoas. Essas faixas evoluíram e se transformaram", diz.

Depois de se apresentar ao redor do mundo, Akua Naru lançou um disco ao vivo no ano seguinte, em que reinterpreta as próprias canções. Ela regravou suas faixas com convidados, cordas e sopros. Além disso, fez um vídeo para cada uma das músicas.

Seu novo álbum já está gravado e deve ser lançado em fevereiro ou março do ano que vem. "Talvez eu apresente algumas dessas faixas por aqui. Algo especial para o público brasileiro", promete.

"Acredito que Deus nos dá dons. Todo mundo tem um que precisa ser celebrado. Nossos ancestrais sorriem, quando fazemos o que nascemos para fazer", conclui a MC.

A turnê brasileira de Akua Akua Naru vai até 6 de dezembro e passa pelos estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Leia mais