Hertha Berlim segue líder e já sonha com o primeiro título em 78 anos | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 08.03.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Hertha Berlim segue líder e já sonha com o primeiro título em 78 anos

Voronin marca mais três gols e faz Hertha Berlim sonhar com o título da Bundesliga. Gladbach goleia o Hamburgo. Sanogo acerta três vezes a trave e Hoffenheim apenas empata com o Werder Bremen. Bayern se recupera.

default

Andrey Voronin comemora o segundo dos três gols

Três gols do atacante Andrey Voronin garantiram a vitória por 3 a 1 do Hertha Berlim sobre o Energie Cottbus na 23ª rodada do Campeonato Alemão, disputada neste final de semana. A vitória na partida realizada na cidade de Cottbus manteve o Hertha na liderança do torneio e já faz os berlinenses sonharem com o título – seria o primeiro após 78 anos de jejum.

O Hertha Berlim conquistou o bicampeonato alemão nas distantes temporadas de 1929/30 e 1930/31. São os dois únicos títulos importantes da história do clube.

"Agora temos um pouco de espaço", disse o diretor esportivo do Hertha, Dieter Hoeness, numa referência aos quatro pontos que separam a equipe dos dois segundos colocados, o Hoffenheim e o Bayern de Munique. "É claro que isso nos faz sonhar com o título."

A julgar pelo calendário da Bundesliga, não será uma tarefa fácil. Nas próximas sete rodadas, o Hertha receberá o Bayer Leverkusen, o Borussia Dortmund e o Werder Bremen. E, fora de casa, medirá forças com Stuttgart, Hannover, Hoffenheim e Hamburgo.

Temporada disputada

Fußball Bundesliga Bayern München Hanover 96

Lukas Podolski marcou para o Bayern de Munique

A 11 rodadas do final, a temporada 2008/09 da Bundesliga é uma das mais disputadas dos últimos anos. Do líder ao quinto colocado há apenas quatro pontos de diferença. Os dois vice-líderes, o quarto e o quinto colocados têm o mesmo número de pontos.

O Hertha é líder com 46 pontos, Hoffenheim e Bayern de Munique estão na segunda posição com 42 pontos e o mesmo número de vitórias (12), de empates (6), de derrotas (5), de gols marcados (49), de gols sofridos (31) e, portanto, de saldo de gols (18).

Depois vem o Wolfsburg de Felix Magath, com 42 pontos e também 18 gols de saldo, mas apenas 46 gols marcados. O quinto colocado é o Hamburgo, que soma 42 pontos e tem saldo zero. Dessas cinco equipes, apenas o Wolfsburg e o atual campeão, o Bayern, ainda não estiveram na liderança, nesta temporada.

Wolfsburg e Bayern vencem

O Wolfsburg é cada vez mais apontado pela imprensa esportiva alemã como sério candidato ao título. No sábado, a equipe, que tem como uma das maiores estrelas o brasileiro Grafite, derrotou o Karlsruhe por 1 a 0. A partida foi disputada em Wolfsburg.

O único gol foi marcado pelo bósnio Dzeko, que, ao lado do ucraniano Voronin, é outro atacante oriundo do leste europeu a fazer sucesso na atual temporada. Dzeko soma 12 gols e Voronin tem 10. O artilheiro da Bundesliga continua sendo o bósnio Ibisevic, do Hoffenheim, que está lesionado e marcou todos os seus 18 gols no primeiro turno.

Outro candidato ao título é o Bayern de Munique, que jogou em casa no sábado e goleou o Hannover por 5 a 1. A vitória – apenas a segunda do clube no returno – aliviou a situação do técnico Jürgen Klinsmann, cuja permanência no cargo era cada vez mais tema de especulações na imprensa alemã.

Hoffenheim e Hamburgo decepcionam

Fußball Bundesliga Mönchengladbach Hamburg

Marko Marin (e) e Michael Bradley, do Gladbach

Além de garantir seus três pontos, o Bayern acabou favorecido pelos tropeços do Hoffenheim e do Hamburgo. Na Rhein-Neckar Arena, o Hoffenheim empatou sem gols com o Werder Bremen. A partida acabou entrando para o arquivo de recordes da Bundesliga por um detalhe curioso: foi a primeira vez que um jogador acertou três chutes na trave no mesmo jogo. A "honra" coube ao marfinense Boubacar Sanogo, do Hoffenheim.

Já o Hamburgo foi a Mönchengladbach e acabou goleado por 4 a 1 pelo Borussia. Além de impedir a ascensão do Hamburgo, a vitória mais ampla do Borussia nos últimos três anos tirou a equipe da lanterna da Bundesliga. O destaque do jogo foi o meia Marko Marin, que deu o passe para o primeiro gol e fechou a goleada com uma cobrança de pênalti.

Autor: Alexandre Schossler
Revisão: Augusto Valente

Leia mais