1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Hertha Berlim não quer interferir no caso de Luizão

O clube alemão garante que não vai se intrometer na pendenga entre Luizão e o Grêmio de Porto Alegre. O clube gaúcho exige do atacante uma indenização por quebra de contrato.

default

Atacante da seleção brasileira: problemas com o Grêmio

O brasileiro Luizão, do Hertha Berlim, que se encontra no Brasil, foi procurado por um oficial de Justiça, na quarta-feira (21/8), pouco antes do amistoso que a seleção brasileira disputaria contra o Paraguai, em Fortaleza. O craque recebeu uma intimação para comparecer a uma audiência na Justiça do Trabalho de Porto Alegre, no dia 30 de setembro.

O Grêmio de Porto Alegre entrou com uma ação contra o atacante de 26 anos exigindo uma indenização de cerca 140 mil euros, por quebra de contrato. Luizão saiu do clube gaúcho durante as semifinais da Copa Libertadores da América, ignorando um contrato vigente até 31 de julho de 2002.

"Ele deixou nosso time na mão pelo Hertha Berlim", garantiu Homero Bellini Júnior, responsável pelo departamento jurídico do Grêmio. A direção do clube gremista também acusa o atacante de ter usado o time gaúcho como trampolim para chegar à seleção brasileira. Segundo a imprensa alemã, Luizão teria antecipado sua saída do clube gaúcho por não estar recebendo seu salário em dia.

Contrato em ordem - "Nós queríamos contar com Luizão mais cedo no time e perguntamos à diretoria do Grêmio se seria possível liberá-lo em julho. Como o pedido foi negado, só o contratamos a partir do dia 1º de agosto", esclareceu o diretor do Hertha Berlim, Dieter Hoeness.

Por isso, o clube alemão não se sente responsável pelo atual conflito entre o atacante e o Grêmio. Mesmo assim, o Hertha Berlim não tem a intenção de deixar o craque desamparado, embora não queira interferir diretamente na querela.

"Nós vamos analisar a questão. Luizão regressa na sexta-feira (23/8) para a Alemanha, mas já estamos em contato com sua advogada. Nesses casos o mais usual é o fechamento de um acordo", disse o porta-voz do Hertha Berlim, Hans-Georg Felder, nesta quinta-feira (22/8).

Recurso - O fato de o Grêmio exigir do craque uma indenização de 140 mil euros não significa que Luizão vá desembolsar logo esta quantia. Ele terá a chance de recorrer e o processo pode tramitar durante anos na Justiça. A outra possibilidade, mais rápida e menos desgastante, é um acordo entre ambas as partes.

Feliz na Alemanha - Luizão parece ter ficado bastante chateado com a intimação. Ainda em Fortaleza, ele evitou o assunto limitando-se a dizer que o caso está nas mãos de sua advogada. Para os que ainda não acreditam, ele frisou também que está muito feliz na Alemanha.