1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Harry Potter dá uma força aos sem-teto

Antes de chegar às livrarias, o primeiro capítulo do novo livro de Harry Potter (Harry Potter e a Ordem da Fênix) foi publicado em vários jornais de sem-teto da Alemanha e Suíça. As vendas explodiram!

default

Jornal de sem-teto publica Harry Potter

O jornaleiro sem-teto é uma figura típica das grandes cidades alemãs. Os jornais têm títulos sugestivos como "A rua", "Do lado de fora", "Periferia", etc., abordam questões da vida dos sem-teto e constituem uma opção para ganhar algum dinheiro. Em geral o jornaleiro fica com pouco mais da metade do produto da venda.

O problema é que as pessoas demonstram pouco interesse pelos problemas dos sem-teto, que ficam horas e horas andando pelas ruas à procura de compradores. Mas desde sábado (25/10/2003), doze jornais de sem-teto da Alemanha e da Suíça, que publicaram o primeiro capítulo de Harry Potter e a Ordem da Fênix, estão sendo disputados nas ruas.

Aumento de vendas - A tiragem mal chega para atender o grande número de interessados, revelou Thomas Schröder, da Associação dos Jornais Sociais de Rua, que coordena a publicação desta imprensa alternativa, que vende mensalmente 200 mil exemplares na Alemanha.

O jornal dos sem-tetos de Osnabrück, por exemplo, aumentou sua tiragem de 5 mil para 9 mil exemplares. O de Stuttgart de 25 mil para 35 mil. Alguns interessados foram diretamente ao centro de distribuição para buscar os exemplares.

De mãe solteira pobre a escritora milionária - A iniciativa partiu da própria Joanne K. Rowling, a autora de Harry Potter, que cedeu gratuitamente os direitos do seu próximo livro aos jornais de sem-teto, por duas semanas. O próximo livro do menino mágico só chegará oficialmente às livrarias alemães no dia 8 de novembro.

Rowling quer assim chamar atenção para a situação dos desfavorecidos e contribuir para melhorar a imagem dos sem-teto na sociedade. Com esta ação a autora de Harry Potter empreende uma espécie de volta às origens. Divorciada, desempregada e sem dinheiro, ela criou a sua filha graças à ajuda social que o governo inglês paga aos pobres.

Só que agora a coisa é bem diferente. Rowling já teria acumulado uma fortuna de 405 milhões de euros, segundo o jornal britânico Sunday Times, tornando-se assim mais rica que a própria rainha inglesa. Aos 37 anos e milionária, ela é considerada a escritora mais bem sucedida de todos os tempos.

Uma jogada de marketing? – Antecipar a publicação de parte do novo livro de Harry Potter em jornais de sem-teto foi sem dúvida uma bela idéia. Principalmente porque esta iniciativa não afetará em nada as vendas. Pelo contrário, não se pode imaginar uma melhor estratégia de marketing para divulgar as novas aventuras de Harry Potter. Será que foi esta, no fundo, a intenção de Rowling?

Em todo o caso, os editores alemães estão preparados para bater mais um recorde: a primeira edição do quinto volume das histórias de Harry Potter sairá com dois milhões de exemplares.

Leia mais