1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Hamburgo inicia returno em busca de recuperação

Para se manter na Primeira Divisão, o clube aposta na liderança do novo goleiro Frank Rost e no ataque formado por Sanogo, Ljuboja e Guerrero.

default

Thomas Doll (d) se mantém no cargo apesar da crise. Guerrero é uma das esperanças

Quando um clube grande afunda tanto quanto o Hamburgo afundou nesta temporada, o mínimo que se espera são grandes mudanças na equipe – começando pelo técnico. De forma surpreendente, nada disso aconteceu até agora na AOL Arena: a direção mantém seu apoio ao técnico Thomas Doll e aos jogadores. E apenas uma contratação de peso foi feita.

O recém-contratado goleiro Frank Rost é o centro das atenções desde que chegou à cidade, no início de janeiro. O mal-humorado Rost caiu em desgraça no Schalke, mas será o novo número 1 do Hamburgo, já que nenhum dos outros dois goleiros da equipe se consolidou na posição.

A equipe espera não apenas defesas, mas também liderança do veterano jogador de 33 anos. "Ele é o homem certo para a função", afirma o editor de esportes do diário Hamburger Morgenpost, Guido Behsen. "Ele pode dar um puxão de orelhas nos outros jogadores."

O repórter Marcus Scholz, que é setorista do clube no jornal Hamburger Abendblatt, concorda. "Ele tem uma personalidade forte, carisma e autoridade", disse. "E a sua posição não é disputada."

De fato, Rost mostrou presença no primeiro amistoso do Hamburgo neste ano, contra a seleção do Irã. Ele comandou seus novos companheiros de equipe em campo e fez uma defesa importante no final do jogo para garantir a vitória de 2 a 1.

Ataque

Fußball, Boubacar Sanogo, Hamburger SV

Guerrero e Sanogo: dupla de ataque do Hamburgo

Muito se falou sobre a necessidade de mudanças na defesa do Hamburgo, mas o problema da equipe está no ataque, não na defesa. O técnico Doll deu chance a todos os seus atacantes na esperança de que um deles se firmasse. Isso pode mudar em breve.

"Doll está na fase de mudar de opinião", afirma Behsen. "E, ao que parece, ele se decidiu por Sanogo." O atacante começou bem o ano passado, mas foi várias vezes posto no banco de reservas por causa de alguma declaração infeliz. Ainda assim, é o principal atacante do Hamburgo, e Doll deve ter ouvido conselhos para depositar suas esperanças no jogador.

Mas Scholz avalia que Doll também pode decidir fazer opções táticas na escolha entre Sanogo e seus companheiros de ataque Daniel Ljuboja e Paulo Guerrero. "Eles são atacantes com características bem distintas", opina. "Sanogo é forte, Ljuboja é rápido e Guerrero é o mais técnico. Dependerá de como eles se adaptam a cada adversário."

Campeão da indisciplina

Fußball-Bundesliga, FC Schalke 04 vs. Werder Bremen

Frank Rost trocou o Schalke pelo Hamburgo em janeiro

O Hamburgo lidera a lista dos clubes mais indisciplinados, com cinco expulsões, e, o que é pior, os jogadores costuma ser expulsos quando ainda falta muito tempo para o final do jogo. "Disciplina vem com o sucesso", afirma Scholz. "Se eles ganharem alguns jogos, ficarão menos nervosos. Mas uma coisa é certa: cartões vermelhos como o de Rafael van der Vaart contra o Bochum não podem ser tolerados."

Para Behsen, não há muito o que o técnico Doll possa fazer. "Os jogadores devem saber controlar suas emoções e agir como profissionais." O Hamburgo é o único clube que se manteve na Primeira Divisão da Bundesliga desde a criação do torneio, em 1963. Para manter esse título, o atual plantel terá de dar mais de si.

Leia mais