1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Hamburgo ganhou arena

Entusiasmados com a acústica e o cenário, 12 mil pessoas assistiram ao concerto de Phil Collins que inaugurou o novo espaço multifuncional na cidade hanseática.

default

A "Color Line Arena" tem 3760 metros quadrados

Para alegria dos fãs da música pop, Hamburgo ganhou uma arena, uma grande sala de concertos, espetáculos e eventos esportivos. Coube a Phil Collins estreá-la na noite de sexta-feira (08), perante 12 mil espectadores que vibraram com o primeiro concerto do artista britânico em Hamburgo nos últimos 20 anos. Um concerto, aliás, especial, pois esta é a última grande turnê de Collins.

Num espaço tão grande, demorou um certo tempo até os espectadores se entusiasmarem. Isso foi mais difícil para os que estavam na parte mais alta: é que eles só puderem observar de longe o espetáculo, pois os vídeos colocados num cubo pesando 30 toneladas, não funcionaram.

Mas quando Collins, que tornou-se famoso com sua banda Genesis, entoou "In the air tonight", os primeiros compassos mal se ouviam sob os frenéticos aplausos. Em jeans e camiseta branca, Phil Collins e seus músicos apresentaram principalmente canções já consagradas, mas também músicas de seu novo álbum "Testify", que será lançado na segunda-feira (11).

Com capacidade para 16.886 pessoas, trata-se da mais moderna arena multifuncional da Europa. Sua construção custou ao investidor finlandês Harry Harkimo 80 milhões de euros. Grandes nomes da música já não "pularão" Hamburgo em suas turnês, pois agora têm onde se apresentar. Antes, só em open airs.

A arena pretende realizar 120 eventos por ano e atrair um milhão de pessoas. No sábado, foi a vez da banda pop The Cure e, no domingo, a premiere da arena no mundo do esporte: uma partida de handebol entre o Hamburgo e o Wallau-Massenheim.