1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Hamburgo comemora 40 anos de clube onde os Beatles cantaram

Concerto no sábado (13) relembra o legendário Star-Club, fundado 40 anos atrás, verdadeiro imã na época e onde os Beatles, então desconhecidos, se apresentaram.

default

Beatles apresentaram-se em 1962 no Star-Club de Hamburgo

Os organizadores contam com a presença de 1600 fãs num concerto que se realizará neste sábado (13), no número 13 da Grosse Freiheit, uma badalada rua de Hamburgo. O evento vai comemorar os 40 anos de fundação do legendário Star-Club, que funcionou num endereço próximo ao do atual concerto.

Entre os artistas no palco, estarão as bandas Howie Casey's All Stars (Casey tocou com Paul McCartney na época em que este tinha sua banda Wings) e King Size Taylor and the Dominos (King Size foi uma das maiores atrações do clube).

Já na noite da inauguração, 13 de abril de 1962, o Star-Club atraiu 400 visitantes. As letras garrafais em laranja choque nos cartazes prometiam algo inusitado: concertos ao vivo todas as noites e não com apenas uma; eram quatro bandas por vez! Uma das atrações da noite foram quatro rapazes cabeludos de Liverpool que se tornariam logo em seguida o maior fenômeno da música pop: os Beatles.

Na época, eles ainda eram desconhecidos, mas já conseguiam arrebatar o público. George Harrison chegou a afirmar mais tarde: "Para mim não há dúvida de que atingimos o auge como banda ao vivo na época de Hamburgo". E Paul McCartney enviou agora um telegrama pelos 40 anos.

Durante cinco anos, o Star-Club, com sua atmosfera descontraída onde o público tomava cerveja com os músicos após as apresentações, foi um magneto para os apreciadores de música. Entre os que se apresentaram em seu palco, alistam-se nomes como Little Richard, Bill Haley, Fats Domino, Jimmy Hendrix, Chuck Berry e Jerry Lee Lewis.

Devido a dificuldades com as autoridades, os proprietários do clube o arrendaram em 1967. Ele sobreviveu ainda, aos trancos e barrancos, até dezembro de 1969, transformando-se depois num teatro que apresentava shows de sexo. Mas, desde 18 de fevereiro de 1983, nada mais resta que lembre os tempos dourados: um incêndio destruiu o prédio. (lk)