1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Guga, Hewitt e Haas perdem no French Open

Dia de surpresas em Roland Garros: os favoritos, Guga e Hewitt "dançaram". A derrota também de Thommy Haas neste domingo (02) encerrou a participação dos alemães em Paris.

default

O alemão Tommy Haas teve um ataque de raiva durante sua última partida em Roland Garros

Jogou mal, comportou-se mal e perdeu claramente. Tommy Haas (nº 3) foi o último tenista alemão a cair fora do French Open, em Paris. Ele perdeu a partida pelas oitavas-de-final em Roland Garros contra o romeno Andrei Pavel por 3 sets a zero (6/1, 7/6 e 6/4).

O domingo não foi negro somente para o alemão. O vencedor de Roland Garros em 2001, Gustavo Kuerten (nº 7), foi eliminado pelo espanhol Albert Costa (nº 20) por 3 sets a zero (6/4, 7/5 e 6/4), numa partida de 2h20. E o primeiro do mundo no tênis, o australiano Lleyton Hewitt não teve melhor sorte: perdeu uma batalha de 4 horas e 13 minutos contra o argentino Guillermo Canas (nº 15), por 3 a 1 (6/7, 7/6, 6/4 e 6/3)

Enquanto Guga reconheceu a superioridade do adversário e admitiu não estar em boa forma, a decepção do alemão Haas durante o jogo foi tal, que ele chegou a ser advertido duas vezes por comportamento indevido na quadra. Na primeira, atirou para cima a raquete em sua raiva, e por pouco não acertou o juiz Cedric Mourier, que se esquivou do objeto voador. Na segunda ocasião, perdeu um ponto por mandar uma bola para o espaço.

"Por pouco eu não acertei o juiz. A raquete simplesmente se desviou, vamos ver o que isso vai me custar de multa", disse Haas após a partida, ciente que terá de deixar em Paris uma parte do seu prêmio de 55 mil euros. Há 65 anos que um alemão não ganha o French Open e Tommy Haas estava muito contente de haver passado para as oitavas-de-final. O sonho, porém, não passou dessa etapa.

Roland Garros reservou muitas surpresas nas oitavas-de-final. Além da eliminação dos favoritos, chamaram a atenção alguns jogadores que até agora não estiveram sob a luz dos refletores e que passaram para as quartas-de-final. Entre eles estão Andrei Pavel (nº 22), que derrotou Haas, e a argentina Clarisa Fernandez (nº 87).