1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Guerra entre governo colombiano e Farc continua, apesar das negociações de paz

Cinco militares morreram e 10 ficaram feridos no primeiro ataque da guerrilha depois do início das negociações de paz com governo da Colômbia. Horas antes, ação militar havia matado pelo menos 15 integrantes das Farc.

Cinco militares morreram e cerca de dez ficaram feridos no sul da Colômbia em um ataque atribuído à guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), segundo divulgou o exército colombiano neste sábado (20/10). Este foi o primeiro confronto grave entre as duas partes desde que foram iniciadas as negociações, na última quinta-feira.

De acordo com o general Germán Giraldo, o ataque teria ocorrido na noite de sexta-feira em uma estrada próxima ao município de Puerto Vega, no departamento de Putumayo – fronteira com o Equador – onde guerrilheiros lançaram explosivos sobre um comboio militar. A região do ataque é uma área de selva, onde é forte a presença das Farc.

Segundo o secretário de Governo de Putumayo, Javier Rosero, 17 soldados estariam a bordo do caminhão militar atingido. "Nossos corações estão com as famílias dos soldados que perderam a vida nesse ataque vil", escreveu o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, no Twitter.

Risco de aumento da violência

As negociações de paz entre o governo em Bogotá e o comando das Farc – a quarta tentativa ao longo dos 50 anos de existência da guerrilha – começaram em Oslo e só devem terminar daqui a alguns meses, em Cuba. O governo descartou a possibilidade de se estabelecer um cessar-fogo durante o período de negociações.

Especialistas alertam, porém, para uma eventual escalada da violência no país, já que ambas as partes vão querer medir forças e mostrar seu poder. Os militares mantiveram as ofensivas contra os guerrilheiros que, por sua vez, continuam com os ataques, inclusive contra os setores petrolífero e mineiro, fundamentais para a economia colombiana – a quarta da América Latina.

Também na sexta-feira, pelo menos 15 guerrilheiros das Farc foram mortos durante um bombardeio realizado por tropas militares em uma zona rural do departamento de Chocó.

MSB/rtr/dpa
Revisão: Marcio Damasceno

Leia mais