1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Gripe aviária pode cancelar a Copa

Cada vez mais políticos consideram possível o cancelamento do Mundial de Futebol em caso de uma pandemia do vírus H5N1. Governo alemão considera especulações "um absurdo".

default

Especialistas alertam para riscos de transmissão em caso de grandes eventos

"A Copa será cancelada?" Com essa a manchete o diário sensacionalista Bild, o jornal de maior tiragem da Alemanha, joga nesta quarta-feira (22/02) combustível numa polêmica que se espalha pelo meio político alemão: o cancelamento do Mundial de Futebol em caso de um risco de pandemia do vírus H5N1.

O especialista em agricultura do Partido Liberal (FDP) Hans-Michael Goldmann disse ao Bild que "caso também pessoas adoeçam, não precisamos mais pensar se vamos ou não vamos cancelar a Copa! A hipótese de realizar o Mundial é absurda nesse caso". Goldmann afirmou ainda que "nenhuma pessoa seria maluca a ponto de ir a um estádio" em caso de pandemia.

Para o especialista em agricultura da CDU Franz-Josef Holzenkamp, o cancelamento do torneio também é possível se o vírus ganhar força e se disseminar entre seres humanos. "Se o vírus se tornar tão perigoso assim, os seres humanos estão em primeiro lugar, e não a Copa do Mundo."

Muita coragem

A polêmica começou na terça-feira, numa declaração da presidente da Comissão de Agicultura do Bundestag (câmara baixa do Parlamento), Bärbel Höhn (Partido Verde), ao canal de televisão N24. "Digamos que o vírus está aí e há um grande evento. Nesse caso, eu seria a favor de reconsiderarmos e optarmos pelo cancelamento." Mais tarde, Bärbel disse que esse não é o caso no momento e que ela não se referia à Copa.

Também o coordenador do programa de combate à gripe da Organização Mundial da Saúde, Klaus Stöhr, vê o cancelamento como possível. Segundo ele, caso o vírus possa se transmitir de uma pessoa para outra, "teremos que pensar bem no que fazer. Será necessário alguém com muita coragem para não cancelar a Copa".

Criadores de pânico

O presidente da Comissão de Esportes do Bundestag, Peter Danckert (SPD), classificou as declarações como absurdas. "Isso é um absurdo e não ajuda em nada." Ele disse que não há indícios de que o vírus da gripe aviária seja transmissível entre humanos. Também o secretário parlamentar do Ministério da Agricultura Gerd Müller (CSU) disse que não há perigo de a Copa ser cancelada. "No momento, trata-se apenas de criar pânico", disse Müller.

O ministro da Agricultura, Horst Seehofer (CSU), rejeitou a hipótese de cancelar a Copa do Mundo em caso de pandemia. "Nós não nos deixaremos influenciar por esse palavrório de quem só quer espalhar o pânico", afirmou Seehofer.

Leia mais