1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Grimm ao alcance de todos

Quantas palavras o idioma alemão tem? Qual a sua origem? E o que significam elas? As respostas a essas perguntas são fornecidas, há 150 anos, pelo "Deutsches Wörterbuch" dos irmãos Grimm.

default

A edição de bolso do Dicionário Alemão dos irmãos Grimm

O " Grimm" é uma instituição: o acervo total do idioma alemão encontra-se compilado no dicionário, com seus 331.056 verbetes. Só na Inglaterra existe um levantamento tão completo, com o Oxford English Dictionary. Só que o Grimm ainda documenta o vocabulário por meio de citações, principalmente da literatura. A cada três meses, o registro de palavras é atualizado.

Projeto teuto-chinês

A edição virtual, que custou um milhão de euros, foi criada em dois anos na Universidade de Trier. O Dr Thomas Burch, responsável pelo projeto, explica o procedimento: "Nós partimos da edição impressa e trabalhamos com um escritório na China, para o qual transferimos os textos. Lá então trabalham duas equipes de digitadores, independente uma da outra, a equipe A e a equipe B, e cada uma passa o dicionário para o computador".

Deste modo, surgem duas versões digitais do mesmo texto, que são submetidas a uma comparação, restando no final apenas uns três erros por cada dez páginas. O texto é digitado linha por linha, preservando a tipografia e o leiaute do original. Os chineses teriam desenvolvido uma sensibilidade especial para símbolos, comenta o Dr. Jingning Tao, responsável pelo grupo de trabalho em Nanjing. "Isto tem a ver com a escrita chinesa, que os chineses aprendem desde a infância. Além disso, eles já aprendem o alfabeto latino na escola primária", explica.

Garimpo de palavras

Os irmãos Grimm, os iniciadores do dicionário, são bem conhecidos na China. Os contos de fadas, quase toda a criançada lá conhece. Foi em 1868 que os irmãos Grimm deram início a seu ambicioso trabalho que, depois de um certo tempo, logo mostrou ser demais para duas pessoas. O último volume da obra só foi publicado em 1961 — quase 100 anos depois. Mas o levantamento e registro do vocabulário — a partir do ano de 1450 — continua até o presente.

Para o Dr. Jingning Tao, a ocupação com esse "garimpo de palavras" não oferece só trabalho, mas também uma transferência de conhecimento oportuna: "Aqui não existe muita opção de trabalho nas zonas rurais. Então treinamos muita gente especialmente para essa tarefa. O pessoal aprende a usar um computador e, principalmente, a digitar com rapidez." Além disso, os colaboradores precisam se familiarizar com uma convenção de códigos, diversos símbolos especiais e o alfabeto grego — que também aparece no Grimm.

Versão online

Depois de estar digitalizado, o material foi colocado num banco de dados, para permitir uma abordagem científica do tipo: quantas citações de Hitler existem?, quantas de mulheres?. Responsável por esta parte do trabalho em Trier é o filólogo e processador de dados Hans-Werner Bartz. Ele teve algumas questões difíceis para solucionar. "O exemplo mais famoso é Goethe. A gente encontra a palavra escrita com OE, como hoje, mas também com Ö", relata ele, acrescentando que os exemplos mais complicados são os de nomes que aparecem em até 30 variações.

Antes que um CD-ROM com o conteúdo dos 32 volumes da obra seja posto à venda, uma versão online já está à disposição dos usuários.