1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Grande atuação dá terceiro lugar da Copa à Alemanha

Com show do jovem Schweinsteiger, donos da casa fazem 3 a 1 em Portugal, decretam o fim da tristeza pela queda na semifinal e dão adeus ao Mundial fazendo festa.

default

Schweinsteiger (7), o nome do jogo

O sorriso no rosto de Jürgen Klinsmann após a partida da noite deste sábado, em Stuttgart, espelhava a alegria dos milhões de alemães que choraram com a dura queda na semifinal da Copa do Mundo.

Com uma atuação que correspondeu a tudo o que a Alemanha fez neste Mundial, em particular do meia Bastian Schweinsteiger, os anfitriões construíram um placar de 3 a 1 sobre Portugal para terminar com o terceiro lugar – a mesma campanha registrada nas Copas de 1934, na Itália, e de 1970, no México.

O jovem jogador do Bayern de Munique marcou um golaço aos 11 minutos do segundo tempo ao fazer jogada individual pela esquerda, cortar para o meio e chutar forte, de fora da área, enganando o goleiro Ricardo.

Cinco minutos mais tarde ele bateu falta com violência e viu Petit desviar contra o seu próprio gol. O show de Schweinsteiger não havia terminado ainda. Aos 33 minutos ele fez nova jogada pela esquerda e acertou outro belo chute no canto de Ricardo.

Os portugueses só diminuíram quando o veterano Figo entrou em campo. Ele recebeu passe de Deco na direita, avançou e cruzou na segunda trave para Nuno Gomes, de cabeça, completar o lance fazendo o gol de honra do time comandado por Luiz Felipe Scolari.

WM 2006 Deutschland Portugal Klinsmann Löw

Comissão técnica alemã festeja em Stuttgart

A alegria de Klinsmann ao final da partida demonstrava ainda um sentimento de dor por não estar festejando o quarto título mundial de seu país, ainda que o terceiro lugar ofereça um sabor de vitória aos alemães.

Mas era clara a sensação do técnico de seu dever cumprido, e a certeza de ter apresentado ao futebol mundial novos padrões ao ousar e mudar métodos e idéias em uma potência que antes desta Copa era marcada pelos seus tradicionalismos.

Oliver Kahn

A derradeira partida da Alemanha na Copa marcou o retorno do goleiro como titular do time e registrou outra de suas grandes atuações com a camisa nacional, provavelmente a última de sua carreira.

WM 2006 Deutschland Portugal Spielszene

Goleiro Kahn defende arremate frontal de Pauleta

Kahn, que teve comportamento exemplar antes e durante os treinos da equipe no evento, respeitando a hierarquia e as decisões de Klinsmann, foi abraçado pelo novo titular Lehmann após o jogo.

O veterano goleiro, que foi o capitão da Alemanha, fez grandes defesas e se converteu em um dos responsáveis pela vitória ao lado de Schweinsteiger. Ao final do jogo ele era um dos mais festejados.

ALEMANHA 3 x 1 PORTUGAL

Alemanha

Kahn; Lahm, Nowotny, Metzelder e Jansen; Frings, Schneider, Kehl e Schweinsteiger (Hitzlsperger); Podolski (Hanke) e Klose (Neuville)

Técnico: Jürgen Klinsmann

Portugal

Ricardo; Paulo Ferreira, Fernando Meira, Ricardo Costa e Nuno Valente (Nuno Gomes); Costinha (Petit), Maniche, Simão e Deco; Cristiano Ronaldo e Pauleta (Figo)

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Data: 8/7/2006 (Sábado)

Local: Gottlieb-Daimler Stadion, em Stuttgart

Árbitro: Toru Kamikawa (Japão)

Auxiliares: Yoshikazu Hiroshima (Japão) e Dae Young Kim (Coréia do Sul)

Cartões amarelos: Frings (A); Ricardo Costa, Costinha, Paulo Ferreira (P)

Gols: Schweinsteiger (A), aos 11min, Petit (P, contra), aos 16min, Schweinsteiger (A), aos 33min, Nuno Gomes (P), aos 42min do 2º T

Leia mais