1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Graça Foster renuncia, e Petrobras escolhe nova diretoria na sexta

Estatal confirma saída da presidente e de mais cinco diretores em nota ao mercado financeiro. Especulações sobre substituto correm soltas, e oito nomes são citados, entre eles o de Henrique Meirelles.

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, e cinco diretores da empresa renunciaram aos cargos nesta quarta-feira (04/02), confirmando informações divulgadas no dia anterior pela imprensa. O conselho de administração da companhia se reúne nesta sexta-feira para a escolha dos substitutos.

A informação foi divulgada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em comunicado ao mercado. A CVM havia pedido esclarecimentos à Petrobras sobre notícias que afirmavam que o Palácio do Planalto já havia informado Graça Foster que ela seria substituída no cargo.

"Solicitamos esclarecimentos, o mais breve possível, considerando o comportamento das ações no pregão de hoje, diante das informações do afastamento da cúpula da Petrobras", diz a solicitação. Em resposta, a Petrobras informou, em nota, que seu conselho de administração se reúne nesta sexta-feira para eleger nova diretoria face à "renúncia da presidente e de cinco diretores".

Cotados para a presidência

No mercado já se especula sobre o substituto de Graça Foster. O jornal O Globo lista sete possíveis substitutos e afirma que o mais citado é de Rodolfo Landim, ex-presidente da OGX e ex-diretor da Petrobras. Outros nomes citados pelo diário carioca são Henrique Meirelles, presidente do Banco Central durante o governo Lula; Roger Agnelli, ex-presidente da Vale; Luciano Coutinho, presidente do BNDES; Antonio Maciel Neto, presidente do Grupo Caoa e ex-funcionário da Petrobras; Alexandre Tombini, presidente do Banco Central; e Nildemar Secches, ex-presidente da Perdigão e, até 2013, presidente do Conselho de Administração da BRF.

A Folha de S. Paulo afirma que Henrique Meirelles é o candidato favorito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O presidente da Vale, Murilo Ferreira, também estaria sendo cotado.

Já o Estado de S. Paulo lista, entre os mais cotados, Henrique Meirelles, Rodolfo Landim e Roger Agnelli. Segundo o jornal, Meirelles seria a aposta do mercado.

As ações da Petrobras subiram 15% nesta terça-feira por causa dos rumores da saída de Graça Foster. Nesta quarta, também operam em alta. A continuidade de Graça Foster no comando da Petrobras se mostrou insustentável com as denúncias de corrupção na empresa, surgidas com a Operação Lava Jato, e a baixa de 88 bilhões de reais nos ativos da empresa.

AS/abr/ots

Leia mais