1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Grécia reabre bancos na segunda-feira

População terá maior flexibilidade para realizar saques e usar cartão de crédito. Medida é anunciada horas após a posse de novos ministros, em reforma ministerial que substitui membros dissidentes do partido do premiê.

Fechados desde 29 de junho, os bancos gregos vão reabrir suas agências nesta segunda-feira, e os saques de dinheiro em caixas eletrônicos e compras com cartões de crédito serão flexibilizados, segundo um decreto governamental publicado neste sábado (18/07).

A resolução foi anunciada horas depois da posse dos novos ministros, que substituem membros dissidentes do Syriza, partido do primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, após uma revolta interna por causa dos duros termos do acordo entre Atenas e os credores internacionais – o qual prevê medidas que incluem aumentos de impostos, cortes de gastos e reduções de aposentadorias.

"Ajuste a uma nova realidade"

Em uma tentativa de mostrar aos credores internacionais que está no controle da situação, Tsipras substituiu ministros e ministros adjuntos que votaram contra as medidas de austeridade apresentadas pelo governo.

Entre os substituídos que votaram contra o governo estão o ministro da Energia, Panagiotis Lafazanis, líder da facção linha dura do partido que tem exigido a saída do país do zona do euro, e o ministro adjunto do Trabalho, Dimitris Stratoulis. O ministro adjunto da Defesa, Costas Ísijos, ligado a Lafazanis, também foi afastado.

Panos Skourletis, um aliado próximo de Tsipras que deixou o Ministério do Trabalho para assumir a pasta da Energia, disse que a reforma ministerial marca "um ajuste por parte do governo a uma nova realidade".

Griechenland Neue griechische Regierung vereidigt in Athen

Posse dos novos ministros em Atenas: substituição de dissidentes

A mudança nos ministérios permitiu a Tsipras substituir os rebeldes com seus parceiros de coalizão, do partido de direita Gregos Independentes.

Saques mais flexíveis

A primeira ação do novo gabinete foi assinar um decreto para reabrir os bancos na segunda-feira, com limites de saques levemente mais flexíveis. Os gregos poderão retirar no máximo 420 euros por semana, em vez do atual limite de 60 euros diários, que vigorou durante três semanas.

Entretanto, serão mantidas as restrições a transferências ao exterior e outros controles de fluxo de capital. Já os cartões de crédito só poderão ser utilizados dentro da Grécia.

A medida era esperada depois que o Banco Central Europeu concordou em reabrir as linhas de crédito de emergência de que o conturbado setor bancário grego precisa para sobreviver.

Tsipras agora pretende selar o acordo de resgate com seus sócios europeus nas próximas semanas, antes de prováveis eleições antecipadas, previstas pelo ministro do Interior, Nikos Voutsis, para serem realizadas em setembro ou outubro.

MD/lusa/rtr

Leia mais