1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Grécia: "mar de dúvidas" após surpresa na Eurocopa

Depois de erguer a taça da última Eurocopa, gregos entraram no rol dos notáveis do futebol mundial, mas ainda tentam provar que o feito significa mais do que ilusão.

default

Torcida ávida por mais uma festa inesperada

Mais um torneio para provar que a Grécia, definitivamente, entrou no mapa das grandes seleções de futebol do mundo. Ou, pelo menos, para mostrar que é um país competitivo dentro do esporte mais popular do planeta.

É assim que os gregos encaram a Copa das Confederações, onde enfrentam o Brasil, o Japão e o México, em duelos pelo Grupo 2, principalmente após a conquista da última edição da Eurocopa, quando passaram surpreendentemente pela França, República Tcheca e Portugal.

"Heróis modernos" não faltam para isso. O atacante Angelos Charisteas, ex-jogador do Werder Bremen, agora no Ajax da Holanda, foi alçado a esta condição após o gol da vitória na final da Eurocopa 2004. O time ainda conta com os já "renomados" Nikopolidis no gol, Dellas e Seitaridis na zaga, e Zagorakis no meio-campo.

"Como campeões europeus temos uma responsabilidade especial na Copa das Confederações, que conta com seleções de primeira classe. Isso é um importante processo de aprendizado", diz o técnico alemão da equipe grega, Otto Rehhagel.

Paralelamente, a Grécia tenta conter a euforia nacional que tomou conta do país durante partidas pelas Eliminatórias para o Mundial de 2006, onde o time enfrenta a Turquia, a Ucrânia e a Dinamarca, entre outras nações.

Os gregos estiveram na Copa pela última vez em 1994, mas foram eliminados na primeira fase sem marcar gols ou sequer pontos. Quatro anos depois ficaram a um ponto do torneio da França, e em 2002, para a disputa na Ásia, foram superados no classificatório pela Alemanha e Inglaterra.

Clique no mapa para obter mais dados sobre a Grécia

Elenco

Goleiros: Antonios Nikopolidis, Konstantinos Chalkias, Michail Sifakis

Defensores: Giourkas Seitaridis, Loukas Vyntra, Efstathios Tavlaridis, Sotirios Kyrgiakos, Panagiotis Fyssas, Ioannis Goumas, Mihalis Kapsis

Meias: Angelos Basinas, Theo Zagorakis, Stylianos Giannakopolus, Vassilios Tsiartas, Pantelis Kafes, Georgios Karagounis, Konstantinos Katsouranis, Vassilios Gekas

Atacantes: Angelos Chareisteas, Dimitrios Papadopoulus, Zisis Vryzas, Ioannis Amanatidis, Theofanis Gekas

Técnico: Otto Rehhagel

Informações gerais

República Helênica
Continente: Europa
Capital: Atenas
Maiores cidades: Atenas, Salônica, Patras, Pireus
Moeda: Euro
Idioma: grego
Sistema de governo: democracia parlamentar

Informações geográficas

Área: 131.990km²
Ponto mais alto: Monte Olimpo (2917m)
Fronteiras: Albânia, Bulgária, Turquia, Macedônia

População

População: 11 milhões (estimativa para julho de 2005)
Média de idade: 40,5 anos
Expectativa de vida: 78,9 anos

Leia mais