1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

GP da Malásia: vitória desta vez para Schumi II

Uma colisão após a partida impediu que Michael Schumacher vencesse pela terceira vez na Malásia. Mas o êxito ficou em família, com a vitória de Ralf. Quem teve azar foi Rubens Barrichello, que precisou abandonar a pista.

default

Os irmãos Schumacher após a corrida em Sepang

Dupla alegria para os irmãos Schumacher no pódio de Sepang: Ralf comemorou sua primeira vitória nesta temporada e Michael alegrou-se com o terceiro lugar, boa colocação após a colisão com Juan Pablo Montoya na primeira curva do circuito, logo após a partida.

A dobradinha da Williams-BMW não poderia ter se saído melhor na "corrida mais quente do mundo": Montoya ficou em segundo lugar, com uma diferença de menos de 40 segundos em relação a Ralf.

Michael considerou seu terceiro lugar "uma pequena vitória". O tetracampeão defendeu sua liderança na atual temporada da Fórmula-1, com 14 pontos. Já seu colega de escuderia, Rubens Barrichello, não conseguiu completar a corrida, tendo de abandonar a pista na 39ª volta, nocauteado por um defeito no motor de sua Ferrari.

A McLarens-Mercedes teve um verdadeiro "domingo negro": problemas técnicos tiraram da pista o escocês David Coulthard, na 15ª volta, e o finlandês Kimi Räikkönen, na 24ª.

O alemão Nick Heidfeld, da Sauber-Petronas, ficou em quinto lugar, seguido do colega de escuderia, o brasileiro Felipe Massa. Apesar de uma pane na partida, repetindo o que ocorreu em Melbourne, Heinz-Harald Frentzen chegou em 11º lugar com sua Arrows.

Sua quarta vitória num GP deixa Ralf Schumacher confiante em relação à corrida em São Paulo, no fim do mês: "Não vejo por que não deveríamos ser de novo os melhores".

Leia mais