1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

GP da Alemanha prepara festa para Schumacher

Mais de 120.000 espectadores estão sendo esperados em Hockenheim, no domingo (28), para festejar a conquista do pentacampeonato de Michael Schumacher, durante o GP da Alemanha.

default

Michael Schumacher, pentacampeão de Fórmula-1

O autódromo de Hockenheim, que está completando 70 anos, foi completamente reformado para a realização da 50ª edição do GP da Alemanha. A pista foi encurtada para 4,489 km, ganhou novas curvas e foram construídas novas arquibancadas para o público.

No domingo passado, Michael Schumacher, 33 anos, quebrou dois novos recordes na sua meteórica carreira: conquistou o seu quinto título, ao vencer o GP da França, igualando o feito do piloto argentino Juan Manuel Fangio. Além disso, tornou-se o campeão mais rápido dos 53 anos de história da Fórmula-1. Assegurou o título na 11ª das 17 provas da temporada.

Em compensação, Schumacher nunca venceu o GP da Alemanha no volante de uma Ferrari. Sua única vitória na pista de Hockenheim data de 1995, quando ele corria pela escuderia Benetton.

A Ferrari venceu o GP da Alemanha em 1999, com Eddie Irvine, e em 2000 com o brasileiro Rubens Barrichello, na sua primeira vitória na Fórmula-1.

"Schumacher não é nenhum mágico" - O colombiano Juan Pablo Montoya, piloto da BMW-Williams, diz que é possível derrotar Michael Schumacher e prometeu atacar a Ferrari nos próximos anos. "Schumacher não é nenhum mágico. Ele simplesmente pilota um carro que é mais rápido", disse o colombiano.

Montoya considera que a vantagem da Ferrari, em relação aos demais grandes times, deve-se à perfeita coordenação do time italiano. O colombiano garante, porém, que a BMW-Williams chegará ao mesmo nível daqui há algum tempo.

FIA ameaça Arrows - O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, ameaçou suspender a escuderia Arrows por até três provas, se o time utilizar o mesmo truque no GP da Alemanha.

Nos treinos do GP da França, na semana passada, os dois pilotos da Arrows - o brasileiro Enrique Bernolid e o alemão Heinz-Harald Frentzen - andaram devagar propositalmente, a fim de não se qualificarem para a prova.

Fortemente endividada, a Arrows está à beira da falência. Seu dono, o britânico Tom Walkinshaw, está negociando com três investidores para tentar salvar a escuderia.