1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Governo incentiva cinqüentões a navegar

De olho no alto poder aquisitivo da geração de meia idade, governo, empresariado e mídia da Alemanha lançam programa para capacitar pessoas de mais de 50 anos a navegar na Internet.

default

O grupo com mais de 50 anos possui mais de 50% da renda nacional

Enquanto mais de 80% dos jovens alemães usam regularmente na Internet, somente um terço dos com mais de 50 anos de idade vivem online. Os com mais de 70 anos não chegam a um décimo. Mas esta correlação deve mudar em breve com a execução do programa que o Ministério da Família, Idosos e Juventude apresentou nesta terça-feira (24), em Berlim. Com o projeto "Capacitação-online para a geração de mais de 50", o governo social-democrata e verde quer aumentar a confiança de quase 30 milhões de pessoas no uso da web.

Os cinqüentões representam um terço da população alemã e tem algo importantíssimo: muito dinheiro. Mas, ao contrário das gerações mais jovens, eles usam pouquíssimo a internet para fazer compras, reservar vôos ou fazer declaração de imposto de renda, entre outros serviços.

Contato social online - A renda dos idosos na Alemanha (com mais de 65 anos) soma mais de 2,2 bilhões de euros, o que representa um terço de toda a renda nacional, segundo o Instituto de Economia Alemão (DWI). Os com mais de 50 anos perfazem um terço da população e dispõem de mais da metade do poder de compra do país.

A internet pode facilitar também contatos sociais, como destacou a secretária de Estado do Ministério, Christel Riemann-Hanewinkel, ao apresentar o projeto "Online-Competenz für die Generation 50plus" para a imprensa. A web poderá, portanto, se revela como o caminho certo para tirar os cinqüentões tímidos do isolamento social e ajudá-los a encontrar um parceiro.

Cursos e manuais de instrução - A fim de diminuir a lacuna digital na sociedade alemã, como formulou o Ministério, foi criada uma aliança entre governo, empresariado e mídia. Entre os parceiros da iniciativa privada destacam-se a companhia de telecomunicação Telekom e o banco Dresdner Bank.

O núcleo do programa são cursos de internet para as faixas etárias acima dos 50. A Telekom batizou o seu curso de "Silver-Surfer". Três horas de aulas custam nove euros e 90 centavos, com direito a certificado no final do curso. A seguir, os idosos podem comprar um pacote da empresa contendo um acesso à internet, apostilas do curso e um extenso manual de instrução.

Ao contrário da Telekom, os cursos do Dresdner Bank serão gratuitos. As caixas econômicas dos estados também não vão cobrar pelos seus cursos e, no final, os participantes receberão igualmente um manual de instrução para navegar na web.

Leia mais