1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Governo brasileiro terá representante no Comitê Organizador Local da Copa 2014

Após reunião em Zurique, integrantes do governo brasileiro e da Fifa tentaram transmitir clima de harmonia e cooperação, apesar das críticas sobre atrasos nas obras. Organizadores terão encontros a cada dois meses.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, e o ministro brasileiro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmaram nesta terça-feira (08/05), na Suíça, ter superado as divergências na avaliação dos preparativos para a Copa do Mundo de 2014 e que pretendem trabalhar em conjunto para fazer do torneio um sucesso. Após o encontro na sede da federação, em Zurique, Blatter defendeu o estabelecimento de um plano de ação detalhado para acelerar o andamento das obras.

"Hoje nós estabelecemos as bases para uma cooperação, a fim de que possamos alcançar nossa meta comum", disse o presidente da Fifa após a reunião com Rebelo, da qual também participaram integrantes da cúpula da federação e do comitê organizador da Copa no Brasil.

Como primeira medida concreta da parceria ficou estabelecida a inclusão do Ministério do Esporte no Comitê Organizador Local da Copa (COL), posto que será ocupado pelo secretário-executivo do Ministério, Luis Fernandes. O objetivo da participação no COL seria permitir que o governo brasileiro tome conhecimento das decisões tomadas pela Fifa.

A federação informou ainda que os organizadores do evento em 2014 devem se encontrar a cada dois meses para assegurar o encaminhamento dos preparativos.

"Chute no traseiro"

A reunião durou aproximadamente seis horas. Este foi o primeiro encontro entre Aldo Rebelo e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, após o mal-estar causado por uma declaração de Valcke, há cerca de dois meses, afirmando que o Brasil precisava levar "um chute no traseiro" para acelerar as obras da Copa.

À época, Rebelo exigiu a saída de Valcke como interlocutor da Fifa no Brasil. Pressionado, o francês pediu desculpas e defendeu-se, afirmando que sua declaração havia sido interpretada na tradução.

Nesta terça, porém, todos se esforçaram para transmitir um clima de paz e harmonia, tentando encerrar o episódio. "O governo brasileiro está orgulhoso e determinado a cumprir com suas obrigações para garantir o sucesso da Copa em 2014", afirmou Rebelo. Também estiveram na Suíça os jogadores Bebeto e Ronaldo.

Antes de desembarcar em Zurique, o ministro passou por Londres, sede dos Jogos Olímpicos deste ano, para conhecer como os britânicos se prepararam para o evento. O Rio de Janeiro sediará as Olimpíadas de 2016.

MSB/ap/dpa
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais