Governo alemão confirma que suposta bomba era teste de segurança | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 19.11.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Governo alemão confirma que suposta bomba era teste de segurança

Maleta encontrada em aeroporto da Namíbia é um artefato usado em testes de segurança, revelaram análises feitas por especialistas. Havia a suspeita de que se tratasse de uma bomba destinada ao avião de uma empresa alemã.

default

Polícia alemã está em alerta

A maleta encontrada nesta quinta-feira (18/11) num aeroporto da Namíbia e que se acreditava ser destinada a um avião da Air Berlin não era uma bomba, afirmou nesta sexta-feira o ministro alemão do Interior, Thomas de Maizière, confirmando assim informações divulgadas anteriormente pela imprensa da Alemanha.

Segundo De Maizière, análises feitas por especialistas alemães na Namíbia revelaram tratar-se de um artefato usado para testes de segurança. Não havia explosivos no dispositivo, que é fabricado por uma empresa dos Estados Unidos especializada em sistemas de alarme.

Ainda não se sabe quem deixou a maleta no aeroporto de Windhoek. A suspeita inicial era de que se tratasse de uma bomba destinada a um avião da empresa alemã Air Berlin. O avião, que seguia da capital da Namíbia para Munique, partiu com seis horas de atraso por causa do incidente.

A notícia da possível bomba endereçada à Alemanha correu o mundo ao longo do dia, mas a veracidade do artefato foi posta em dúvida pela imprensa alemã. Segundo reportagem do canal alemão ZDF, simulações do tipo são comuns em aeroportos com o objetivo de avaliar o controle de bagagens.

O objeto encontrado no voo AB 7377 era uma maleta contendo uma estrutura com pilhas ligadas a um fio e um detonador. O pacote despertou suspeita por não conter uma etiqueta de identificação e, por isso, foi analisado com o auxílio de raio-x.

Alerta máximo

As autoridades alemãs mantêm o nível de alerta máximo até o final do ano devido a indicações que militantes islâmicos estariam programando um atentado terrorista.

O risco de um ataque é muito elevado, dizem autoridades. "Numa escala de 0 a 10, onde zero significa nenhum perigo e 10 alto risco de ataque, estamos no nível 9", afirmou o chefe da polícia alemã, Mathias Seeger, ao jornal Bild.

Não há, porém, motivo para pânico, afirmam as autoridades. O governo reforçou a segurança nos locais de grande circulação pública, como aeroportos e estações de trem.

NP/rtr/dpa/dapd
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados