Goleada em Barcelona põe em xeque o futuro de Klinsmann no Bayern | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 09.04.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Goleada em Barcelona põe em xeque o futuro de Klinsmann no Bayern

Derrota por 4 a 0 e provável eliminação da Liga dos Campeões podem derrubar o técnico Jürgen Klinsmann. Esperanças do Bayern de Munique se voltam para a Bundesliga.

default

O argentino Lionel Messi comemora o primeiro gol

O show de bola do argentino Lionel Messi e os quatro gols sofridos diante do Barcelona podem significar um prematuro fim da era Klinsmann no Bayern de Munique, apenas dez meses após a chegada do técnico. O desastre da noite desta quarta-feira (08/04) em Camp Nou foi uma das maiores goleadas já sofridas pelo Bayern na Liga dos Campões.

"Somos um clube com orgulho. Esse orgulho foi pisoteado hoje, sobretudo no primeiro tempo – ", disse o presidente executivo do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, visivelmente abatido logo após o jogo. "Não sei o que estou mais: chocado, furioso ou triste com o que vimos aqui nesta noite."

Para o presidente do Bayern, Franz Beckenbauer, a goleada em Barcelona foi uma catástrofe. "O primeiro tempo foi a coisa mais horrível que eu já vi do Bayern de Munique", disse o kaiser sobre os quatro gols – marcados por Messi (duas vezes), Samuel Eto'o e Thierry Henry.

A "catástrofe" veio apenas quatro dias após os 5 a 1 que o Bayern teve que engolir em Wolfsburg, com direito a um gol de calcanhar do brasileiro Grafite. O gol vem sendo apontado pela imprensa alemã como o mais bonito da atual temporada da Bundesliga.

Klinsmann cai?

Jürgen Klinsmann frustriert in Wolfsburg

Klinsmann em Wolfsburg: uma goleada atrás da outra

Em possível alusão ao futuro de Jürgen Klinsmann no clube, Rummenigge disse que, num momento como esse, é importante "manter a racionalidade" e não tomar "decisões espontâneas e sem sentido". Mas o fato é que não restam muitos argumentos profissionais para manter o técnico no cargo.

Depois da goleada de 4 a 0 em Barcelona, as chances de o Bayern de Munique avançar na Liga dos Campeões são mínimas – os alemães teriam que vencer os espanhóis na próxima semana por uma diferença ainda maior.

Klinsmann também fracassou na Copa da Alemanha, torneio no qual o Bayern caiu fora nas quartas-de-final, após uma derrota de 4 a 2 para o Bayer Leverkusen.

Resta a Bundesliga – mas na principal competição do futebol alemão, o recordista de títulos também não vai bem. O Bayern não liderou a tabela em nenhuma das 26 rodadas disputadas, foi goleado por 5 a 1 pelo Wolfsburg e está na quarta posição, fora da zona de classificação para a Liga dos Campeões.

Klinsmann quer ficar

Oficialmente, Rummenigge não fala em demissão do técnico, que chegou ao Bayern com total apoio da direção: "Temos de salvar o que ainda dá para salvar, ou seja: nos oito jogos da Bundesliga temos que tentar alcançar nossos objetivos".

O próprio Klinsmann não fala em desistir. Ao ser indagado por repórteres se pretende continuar no cargo, foi enfático: "Claro".

"Agora temos que nos concentrar totalmente na Bundesliga. É por ela que o técnico e cada um dos jogadores será avaliado", afirmou. Na 27ª rodada da competição, neste sábado, o Bayern recebe o Eintracht Frankfurt.

O técnico disse não ter "de forma alguma" perdido a disposição de trabalhar. "Sei do que essa equipe é capaz e não tenho dúvidas de que ela reagirá no sábado."

O que estará em jogo no sábado, em Munique, não são apenas três pontos e as chances de chegar ao título de campeão alemão. Em jogo também está o destino do técnico no Bayern. Como escreveu o site Spiegel Online: "Só o título da Bundesliga pode salvar Klinsmann".

AS/dpa

Revisão: Simone Lopes

Leia mais