1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Golaço na prorrogação leva Argentina às quartas contra Alemanha

Um dos gols mais bonitos da Copa até agora deu aos argentinos uma vitória sobre o México, já na prorrogação, e levou uma das favoritas ao título à terceira fase do torneio.

default

Rodriguez é abraçado por colegas após belo gol

Em um jogo com poucas chances de gol, um golaço já na prorrogação deu à Argentina uma vitória de virada por 2 a 1 sobre o México neste sábado (24/6), em Leipzig, e a vaga nas quartas-de-final da Copa.

Uma das favoritas ao título, a Argentina agora enfrenta a Alemanha, em Berlim, na próxima sexta-feira (30/6), reeditando a final da Copa de 1990, na Itália, quando os alemães levantaram o tricampeonato mundial.

O jogo com os mexicanos foi marcado pelos duelos truncados no meio de campo, as faltas e os pequenos detalhes. Logo aos cinco minutos, a defesa argentina falhou e o beque Marquez, livre na segunda trave, completou cruzamento da direita para fazer 1 a 0.

Era tudo o que o México queria, e a partir de então o plano de manter-se na retranca foi colocado em prática. A equipe conseguiu criar uma série de dificuldades para a Argentina, principalmente ao fazer marcação com cinco homens no meio-campo e outros quatro na linha de defesa.

Mas Borgetti, aos nove minutos, escorou um cruzamento de Riquelme e cabeceou a bola contra as suas próprias redes. Crespo comemorou o empate como sendo um gol próprio, mas foi contra do mexicano.

O empate foi o suficiente para a Argentina mandar na partida. Os mexicanos pareciam ter medo de atacar, com o receio de receber um contra-atque fatal. Por isso mantinham a defesa firme e arriscavam pouco.

O jogo foi amarrado assim até o final do segundo tempo, e a decisão veio apenas na prorrogação. Aos oito minutos, Rodriguez dominou uma bola no peito, cruzada da esquerda por Sorín e, de primeira, de perna esquerda e de fora da área, chutou forte no ângulo oposto de Sanchez para fazer 2 a 1. Foi, talvez, o gol mais bonito do Mundal até agora.

ARGENTINA 2 x 1 MÉXICO

Argentina

Abbondanzieri; Scaloni, Ayala, Heinze e Sorín; Cambiasso (Aimar), Mascherano, Riquelme e Rodriguez; Saviola (Messi) e Crespo (Tevez)

Técnico: José Pekerman

México

Sánchez; Salcido, Márquez, Osorio, Castro e Méndez; Pardo (Torrado), Morales (Zinha) e Guardado (Pineda); Borgetti e Fonseca

Técnico: Ricardo Lavolpe

Data: 24/6/2006 (Sábado)

Local: Zentralstadion, em Leipzig

Árbitro: Massimo Busaca (Suíça)

Auxiliares: Francesco Buragina e Matthias Arnett (ambos suíços)

Cartões amarelos: Heinze, Sorín (A); Marquez, Torrado, Fonseca (M)

Gols: Marquez (M), aos 5min, Borgetti (contra), aos 9min do primeiro tempo; Rodriguez (A), aos 8min do primeiro tempo da prorrogação