1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Golaço de Kaká salva o Brasil na estréia

Sem inspiração, "quarteto mágico" deixa a desejar e maior favorito ao título faz apenas 1 a 0 sobre a Croácia. Time passa dificuldades e mostra fraquezas na primeira partida rumo ao hexacampeonato.

default

Kaka (e) garantiu os primeiros três pontos

Apenas um vértice do "quadrado mágico" funcionou, e o Brasil fez 1 a 0 na Croácia em uma apresentação abaixo das expectativas em sua estréia na Copa do Mundo, nesta terça-feira (13/6), em Berlim.

Kaká, aos 43 minutos do primeiro tempo, marcou o golaço que garantiu a vitória brasileira. A Austrália, que fez 3 a 1 no Japão, lidera o grupo F e enfrenta o time canarinho no dia 18, em Munique.

Em Berlim o esperado jogo do maior favorito ao título chegou a decepcionar a torcida. Quem festejou de verdade foram os croatas, que lotavam parte das arquibancadas do estádio Olímpico.

Um deles, a cinco minutos do final do jogo, invadiu o gramado e se ajoelhou à frente de Prso, centroavante que obrigou a defesa brasileira e o goleiro Dida a trabalharem bastante. Ronaldo, do outro lado do campo, esteve apagado.

O atacante tocou poucas vezes na bola, foi substituído por Robinho e, o máximo que fez foi dar um chute de longe por cima do travessão de Pletikosa no segundo tempo. Adriano, seu companheiro na frente, também deixou a desejar.

Ronaldinho Gaúcho teve lances de genialidade, principalmente na etapa inicial, mas sozinho não conseguiu dar à seleção brasileira o destaque que oferece ao Barcelona, por exemplo.

Kaká foi o melhor do "quarteto". Coincidentemente o único a dizer, antes do jogo, que o esquema não é definitivo. O meia do Milan recebeu passe de Cafu aos 43 minutos do primeiro tempo na intermediária, driblou um adversário e, de perna esquerda, chutou colocado por cima de Pletikosa.

O Brasil começava a desenhar, pelo menos para a torcida, uma goleada. Mas as dificuldades foram grandes no segundo tempo, quando foi a Croácia quem mais criou. Klasnic, Prso e Babic chegaram a arriscar arremates frontais a Dida, e o goleiro brasileiro estava atento.

BRASIL 1 x 0 CROÁCIA

Brasil

Dida; Cafu, Lúcio, Juan e Roberto Carlos; Emerson, Zé Roberto, Kaká e Ronaldinho Gaúcho; Adriano e Ronaldo (Robinho)

Técnico: Carlos Alberto Parreira

Croácia

Pletikosa; Simic, R. Kovac e Simunic; Srna, Tudor, N. Kovac (Leko), N. Kranjcar e Babic; Klasnic (Olic) e Prso

Técnico: Zlatko Kranjcar

Data: 13/6/2006 (Terça-feira)

Local: Estádio Olímpico de Berlim

Árbitro: Benito Archundia (México)

Auxiliares: José Ramirez e Hector Vergara (ambos mexicanos)

Cartões amarelos: Emerson (B); N. Kovac, R. Kovac, Tudor (C)

Gols: Kaká (B), aos 43min do primeiro tempo

Leia mais