1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Giscard d'Estaing receberá Prêmio Carlos Magno

Por presidir a Convenção que elabora a futura constituição da Europa, o ex-presidente francês receberá a distinção concedida aos que se devotaram à integração européia.

default

Giscard d'Estaing no Parlamento Europeu, ao apresentar o primeiro esboço da constituição da Europa

O comitê que outorga o Prêmio Internacional Carlos Magno, concedido pela prefeitura de Aachen anunciou o próximo contemplado: o ex-presidente francês Valéry Giscard d'Estaing, que receberá a distinção no próximo ano. Ele é um "grande estadista e um grande europeu", justificou o comitê, neste fim de semana (14-15/12), em Aachen, acrescentando que, nos últimos meses, o político conservador francês teve uma atuação de destaque como força propulsora da "nova Europa". No exercício de diversos cargos, Giscard d'Estaing teria impulsionado, durante décadas, a causa da integração européia. O Prêmio Carlos Magno é concedido a personalidades que se destacaram nesse campo.

Giscard é uma "velha raposa" da política francesa, na qual ajudou a dar as cartas, seja como deputado, ministro das Finanças ou líder partidário, até chegar à presidência da república em 1974. Europeu convicto e defensor da integração no Velho Continente, após um afastamento da política francesa assumiu há um ano a presidência da Convenção da UE aos 75 anos. Sua função não é nada simples: ela deve traçar o esboço de um futuro Tratado Constitucional da União Européia, o que pressupõe a inclusão das reformas que se tornam necessárias com a adesão dos dez novos membros, selada no encontro de cúpula de Copenhague na última sexta-feira (13).

Não apenas a pessoa de Giscard como também seu novo cargo valeram-lhe a indicação pois, segundo o comitê, o prêmio lhe foi concedido também "para honrar a distinta e histórica missão de elaborar uma constituição para a Europa unida, que aproxime seus cidadãos ainda mais da comunidade." A premiação está aliada à esperança de que a União se entrelace muito mais com a constituição comum e que a amizade entre a França e a Alemanha continue sendo o motor do processo de integração européia. Em janeiro de 2003 completam-se 40 anos do Tratado do Eliseu, que estabeleceu as bases da amizade franco-germânica, após séculos de guerras e rivalidades.

Criado em 1950, o Prêmio Internacional Carlos Magno, que leva o nome do imperador que fundou o Sacro-Império Romano-Germânico é mais antigo concedido a pessoas e instituições com merecimento na causa européia. Em 2002 ele foi outorgado ao euro, a nova moeda européia, que na opinião do comitê organizador "presta uma contribuição decisiva no entrelaçamento dos povos da Europa." A distinção costuma ser entregue em maio, no tradicional "Salão da Coroação" da prefeitura de Aachen, cidade em que residiu e morreu Carlos Magno.

Leia mais