1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

GERHARD SCHRÖDER EM VARSÓVIA

O chanceler federal em Varsóvia, tabelamento de livros, energia termonuclear e eólica, navegação no Reno, a Primeira Guerra Mundial, Bauhaus e trabalho ilegal foram os temas enfocados esta semana por nossos usuários.

default

Acredito que a presença do Sr. Gerhard Schröder nestas comemorações seja de grande importância para toda a humanidade, pois seu gesto de sinceridade, humildade, lealdade e fraternidade deixa em nós a esperança de poder sonhar com um futuro melhor para nossos filhos. Parabenizo mais uma vez o Sr.Schröder por ele ser como é e por representar seu povo com tanta dignidade e lealdade aos seus princípios.
Maria Aparecida Neubaner Luiz

TABELAMENTO DE LIVROS
Sim, pois numa livre concorrência a qualidade sempre se nivela em um nível inferior, e isto nunca foi bom no que se refere à difusão de idéias.
Também vale a pena acrescentar que livros editados em universidades ou em fundações às vezes refletem uma escola de pensamento dominante ou de época, desprezando as outras, matando o pluralismo cultural.
Arthur Dolabane

A princípio o tabelamento parece-me um obstáculo ao livre comércio, mas em se tratando de livros a coisa deve ser repensada, pois livros, como todo bem cultural, não podem estar ligados a interesses econômicos gananciosos. Cultura e conhecimento são bens da humanidade e como tal devem ser preservados.
Izabel Delmondes

ENERGIA TERMONUCLEAR E EÓLICA
O abandono das usinas termonucleares é muito complicado devido à necessidade crescente de energia e ao grande custo inicial para a criação de novas usinas térmicas (gás ou vapor).
Analia M.R. Volk

Com certeza o Brasil é um país com grandes chances para as fontes renováveis. Em se tratando da energia eólica, parece que é muito viável a implantação desse projeto no país, que possui grandes áreas livres para a implantação dos equipamentos. Porém, o que não pode ocorrer é o Brasil, ou qualquer outro país em desenvolvimento, adquirir equipamentos arcaícos necessários à obtenção de energia eólica de países que detêm a tecnologia, mesmo que por preços mais baixos. No entanto, não entendo por que o governo brasileiro não investe no pro-álcool, que é uma fonte de energia que também pode ser considerada renovável, e que possui boa rentabilidade, confiabilidade, gera menor impacto ambiental, pode ajudar o país a enfrentrar a onda de desemprego e, além do mais, é tecnologia nacional.
J onatas

Acho importantíssimo que o Brasil invista na energia eólica. Não só o Brasil, mas o mundo de modo geral precisa disso porque a água que temos está acabando, e temos a energia dos ventos sem ser explorada, uma grande riqueza da natureza.
Simone Rafaela Jerico Silva (15 anos, de Araripina–PE)

NAVEGAÇÃO NO RENO
Conheço a navegação no Reno-(Mainz) e achei superespetacular. Pena que no meu país, o Brasil, isto não seja tão explorado economicamente como na Europa. Talvez daqui a um século possa ser uma realidade.
Mauro Paulino (MG)

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
Acredito que é muito importante mostrar realmente o que foi a Primeira Guerra Mundial. Para mim é muito especial, pois estou escrevendo um romance que se passa em Londres a princípio, mas meu personagem viverá os bastidores da Primeira Guerra. Eu sou brasileiro, nunca estive na Europa, mas estudioso esforçado do assunto, assumi este desafio de contar sob minha ótica o que foi a Grande Guerra. Vou falar muito da Alemanha naturalmente, com muito respeito como deve ser.
Jeverson Luiz Cattani

BAUHAUS
Acho que todo e qualquer estudande ou profissional da área de design carrega o sonho de conhecer a Bauhaus. Nós passamos em média quatro anos na faculdade, cultivando esse desejo de conhecer a Europa e principalmente a Bauhaus. Para mim, que sou designer de produtos, vai ser a melhor experiência da minha vida, pois em setembro creio que estarei lá! Parada e contemplando o que estudo somente em livros!!!
Taynara Segurado

TRABALHO ILEGAL
Estimo que consigam diminuir o trabalho ilegal, porque esta situação de "fora da lei" só tende a se estender. Falo com conhecimento de causa pelo que vejo aqui no Brasil, onde o que mais cresce é justamente este segmento que não recolhe impostos. O ônus cai sobre a classe trabalhadora e principalmente sobre a indústria, esta completamente asfixiada pelos encargos.
Marion Chemale Preis

ALEMÃES DEPORTADOS
O grande problema é que a história é escrita pelos vencedores, mas assim como existem exposições sobre o exército alemão, poderiam se fazer exposições sobre o exército russo, polonês, etc. Pessoas que estavam há séculos nos Sudetos nunca deveriam ter sido expulsas porque não foram os mandantes de atrocidades, assim como os milhões expulsos a leste do Oder e Neisse. Foi uma grande barbárie, e as potências imaginam que isto pode ser justificado como reparação de guerra, mas esquecem que pátria e território não têm preço e um dia serão reivindicados pelos seus legítimos donos e então as "potências" dirão: 'onde erramos novamente?'.
Julio Breiktreitz