1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Genéricos baixarão custos da saúde

A Alemanha aprovou a lei dos medicamentos genéricos, que transfere ao farmacêutico a escolha do remédio mais em conta, sem tirar a autoridade do médico, que continua escolhendo o princípio ativo.

default

Na receita, agora só o princípio ativo

O novo modelo de prescrição médica deve entrar em vigor no meio deste ano. Com a nova lei, o médico deve prescrever apenas o princípio ativo, a dose e a quantidade a ser vendida. O farmacêutico, então, escolhe o remédio mais barato. No caso de o paciente ser alérgico a certo medicamento ou não poder alterar o produto durante o tratamento, o médico pode abrir uma exceção e especificar o nome na receita.

Até hoje, era praticamente o contrário: o médico prescrevia o nome do medicamento e, caso fosse possível a venda de um outro remédio com uma mesma dose, ele precisava declarar na receita.

A prática, com a qual o brasileiro também teve de se familiarizar, ajuda a diminuir os preços dos medicamentos, uma vez que quebra o monopólio do detentor da patente, sem afetar a autoridade dos médicos. Antes, quem desenvolvia um remédio podia patenteá-lo e transferir os custos de pesquisa para o consumidor. Agora, um mesmo produto poderá ser fabricado por diversas empresas. (ra)

Links externos