1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Gauck condena "lado escuro" da Alemanha

Em visita a abrigo de refugiados, presidente alemão critica xenofobia. Horas antes, prédio planejado para abrigar requerentes de asilo foi incendiado em Leipzig, no mais recente de uma série de incidentes do tipo.

Ao visitar um abrigo de refugiados nos arredores de Berlim nesta quarta-feira (26/08), o presidente da Alemanha, Joachim Gauck, condenou a violência contra imigrantes e requerentes de asilo, dizendo que a Alemanha tem um lado "claro" e um "escuro".

"Há uma Alemanha clara, que se mostra brilhante em contraste com a Alemanha escura, que percebemos quando ouvimos falar em ataques contra abrigos para requerentes de asilo ou mesmo em atos xenófobos contra pessoas", afirmou Gauck.

Durante a madrugada desta quarta-feira, um homem encapuzado havia jogado um artefato incendiário através da janela aberta de um prédio previsto para receber 56 requerentes de asilo em Leipzig, no leste da Alemanha. O dano se limitou à queima de um colchão.

Uma testemunha alertou os bombeiros rapidamente, evitando maiores prejuízos. "Estamos lidando com um ataque covarde, perpetrado por pessoas que não têm humanidade", condenou o prefeito de Leipzig, Burkhard Jung.

A Alemanha registrou recentemente uma série de ataques a abrigos de refugiados em planejamento ou já em atividade. Em diversas cidades, protestos de militantes de extrema direita diante desses lugares chegaram a provocar tumultos.

Bêbados invadem abrigo

Na cidade de Parchim, também no leste da Alemanha, no estado de Mecklenburg-Vorpommern, dois homens bêbados armados com uma faca invadiram um centro de refugiados na noite de terça-feira, de acordo com a polícia. Eles fugiram quando os residentes alarmaram os vigias do prédio, mas foram presos logo depois.

Na madrugada de segunda para terça-feira, um ginásio de esportes que estava sendo preparado para abrigar requerentes de asilo em Nauen, nos arredores de Berlim, foi

danificado por um incêndio

. Ninguém ficou ferido. A polícia suspeita que o incêndio foi proposital.

A chanceler federal alemã, Angela Merkel, também fez nesta quarta-feira uma visita ao centro de acolhimento de refugiados em Heidenau, perto de Dresden. No último fim de semana, a cidade foi palco de confrontos entre a polícia e neonazistas, nos quais mais de 30 policiais ficaram feridos.

MD/afp/dpa

Leia mais