1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Gana vai às oitavas-de-final e pega o Brasil

Contrariando todos os prognósticos, "brasileiros" da África superam a primeira fase e enfrentarão o Brasil, que ficou em primeiro no Grupo F.

default

Appiah marcou o gol da classificação, cobrando pênalti que não existiu

A seleção de Gana confirmou o otimismo que manifestou desde o início da Copa, derrotou os Estados Unidos por 2 a 1 em Nurembergue, nesta quinta-feira (22/06), e se classificou em segundo lugar no Grupo E para as oitavas-de-final.

Como a seleção de Parreira terminou o Grupo F em primeiro (com a vitória de 4 a 1 sobre o Japão), haverá um confronto entre "os brasileiros de verdade e os brasileiros da África", como afirmaram jogadores de Gana depois do jogo. A partida será na próxima terça-feira (27/06) em Dortmund, onde o Brasil jogou nesta quinta-feira.

O jogo entre Gana e EUA em Nurembergue não foi dos melhores da Copa. Começou lento, mas no final do primeiro tempo se tornou turbulento, já que as duas equipes ainda tinham chances de se classificar.

Surpreendentemente, aos 22 minutos, os africanos abriram o placar com gol de Dramani. Seis minutos depois, Pimpong perdeu a chance de ampliar para 2 a 0. Aos 43 minutos, porém, os americanos voltaram à disputa pela vaga às oitavas, quando Dempsey assinalou o empate.

A alegria dos norte-americanos, no entanto, durou pouco. Nos acréscimos à primeira etapa, o árbitro alemão Markus Merk marcou um pênalti que não existiu. Appiah cobrou e colocou Gana novamente em vantagem no placar.

No segundo tempo, os africanos puxaram o freio de mão e deixaram os EUA fazer o jogo, mas, como já havia acontecido nas duas partidas anteriores, faltou criatividade ao setor ofensivo da equipe treinada por Bruce Arena.

Sabendo que a República Tcheca estava perdendo de 2 a 0 para a Itália em Hamburgo, a seleção de Gana passou a administrar o resultado, o que fez cair ainda mais o nível da partida. O plano dos africanos funcionou e, no fim, os únicos novatos da África negra na Copa puderam festejar a passagem para a próxima fase.

"Esperamos há anos que uma seleção africana chegue a passar pelas quartas-de-final. Eles merecem isso, pois há anos produzem jogadores de classe mundial para a Europa", comentou o presidente do Comitê Organizador da Fifa, Franz Beckenbauer, à rede de televisão alemã ZDF.

GANA 2 x 1 ESTADOS UNIDOS

Gana
Kingston; Pantsil, Shilla, Mensah, Mohamed; Boateng (Otto Addo), Essien, Appiah, Dramani (Tachie-Mensah); Amoah (Eric Addo), Pimpong

Estados Unidos
Keller; Cherundolo (Johnson), Conrad, Onyewu, Bocanegra; Reyna (Olsen), Dempsey, Lewis (Convey), Beasley; Donovan, McBride

Data : 22/06/2006 (Quinta-feira)
Local : Estádio da Copa em Nurembergue
Cartões amarelos : Shilla, Essien, Mensah e Appiah (todos de Gana); Lewis (EUA)
Gols : Dramani (G), aos 22min do primeiro tempo; Dempsey (EUA), aos 43min do primeiro tempo; Appiah (G), aos 47min do primeiro tempo

Leia mais