1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Günter Grass quer maior senso crítico com EUA

Escritor apelou aos europeus por uma posição mais crítica em relação aos Estados Unidos. "Não basta combater o terrorismo com guerra", advertiu o autor alemão, laureado com o Nobel de Literatura em 1999.

default

Günter Grass conclama a um posicionamento crítico

Günter Grass salientou não se tratar de antiamericanismo o seu apelo à União Européia para que procure um novo papel nas relações com a superpotência americana. O Nobel de Literatura de 1999 participou de um debate sobre a ampliação da União Européia para o Leste, na noite desta quinta-feira (25), em Berlim, entre intelectuais alemães e poloneses.

O escritor advertiu ainda que não se deve subestimar o temor tanto de alemães do Leste do país como das nações vizinhas, candidatas ao ingresso na União Européia. "O grande medo dos alemães é perder o emprego para os europeus-orientais", salientou Grass. Já os pequenos produtores poloneses temem que a política agrícola da União Européia ameace sua existência, acrescentou o escritor.

O historiador e escritor polonês Adam Michnik, por sua vez, acredita que jamais as relações teuto-polonesas foram tão positivas. "Depois que várias gerações de poloneses cresceram odiando a Alemanha por motivos históricos, as atuais relações são um milagre", ressaltou Michnik.