1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Günter Grass processa editora por afirmativa sobre seu passado nazista

O Prêmio Nobel da Literatura chocou a nação ao revelar, em sua autobiografia, haver participado da Waffen SS. Agora a questão, se o alistamento foi voluntário ou não, abre um novo capítulo da polêmica.

default

Günter Grass

O escritor alemão Günter Grass está processando a editora Random House por um erro impresso, ao se referir à participação de Grass nas tropas nazistas. Da edição revisada da biografia por Michael Jürgs consta: "Günter Grass admitiu... haver entrado voluntariamente para a Waffen SS".

Paul Hertin, advogado do autor de O tambor, afirmou à revista Der Spiegel tratar-se de em engano proposital, pois do testemunho de Grass consta expressamente: "O alistamento para a Waffen SS ocorreu sem minha participação ativa".

Choque nacional

Buchcover Günter Grass Beim Häuten der Zwiebel

Capa de 'Beim Häuten der Zwiebel'

Grass chocou seus compatriotas e o mundo literário internacional ao revelar em sua biografia Nas peles da cebola, publicada em 2006, que participara da tropa de elite das forças armadas nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Até então, o Prêmio Nobel de Literatura 1999 somente admitira haver sido recrutado em 1944 para auxiliar equipes de artilharia antiaérea, ficando porém como prisioneiro de guerra até 1946. De uma forma ou de outra, sempre insistiu jamais haver disparado um só tiro.

A revelação foi tanto mais chocante pelo fato de o intelectual de esquerda e pacifista ser a essa altura uma instância moral nacional. Repetidamente exortara seus compatriotas a encarar o passado nazista de frente.

Best-seller à vista

A biografia Bürger Grass (Cidadão Grass), da qual Jürgs é o autor, foi lançada na Alemanha pela editora Goldmann, pertencente à internacional Random House. O processo contra a editora não terá início antes do segundo trimestre de 2008.

Um representante legal da Goldmann assegurou que o livro continuará à venda, até que seja pronunciada a sentença relativa ao processo. (av)

Leia mais