1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Futuro de Ullrich é dúvida em meio a escândalo de doping

Jan Ullrich poderia ter se despedido do ciclismo com a cabeça erguida, sabendo que foi o primeiro alemão a vencer o Tour de France. Mas se ele se aposentar agora, será sob a sombra da controvérsia.

default

Ullrich sentiu-se traído

Jan Ullrich deve ter assistido às etapas finais do Tour de France no último domingo (23/07) com um gosto amargo na boca. Apenas um dia antes da competição começar, o campeão de 1997 foi suspenso por seu time T-Mobile junto com o espanhol Oscar Sevilla, quando novas evidências investigatórias na Espanha implicaram ambos em um escândalo de doping.

Sem Ullrich, T-Mobile obteve vitória em três etapas, uma com Matthias Kessler e as outras duas com Serhiy Honchar, um lugar no pódio na classificação geral, assim como vitória entre as equipes. Com o alemão, o primeiro do país a vencer o Tour de France, eles poderiam estar celebrando uma Yellow Jersey vitória na Champs Élysées.

Andreas Klöden, que terminou atrás de Lance Armstrong, em 2004, e ficou em terceiro este ano, atrás do campeão Floyd Landis, prestou tributo ao seu companheiro de equipe e compatriota, dizendo que T-Mobile poderia ter conseguido grandes conquistas com Ullrich no time.

"Nós lutamos até o fim por Jan Ullrich, para que ele possa se orgulhar de nós", disse Klöden, cuja opinião é de que os responsáveis pela equipe erraram ao suspender o outro alemão. "Com o Jan aqui, teríamos vencidos o Tour este ano. Ele era inocente. Eu conheço o Jan, ele é um grande amigo meu. Acho difícil de entender porque ele precisa provar sua inocência."

Ullrich claramente luta para entender isso também, reiterando que não foi punido – nem considerado culpado – por qualquer coisa. "Em um país governado por lei, não apenas eu, mas todo indivíduo é inocente até que se prove o contrário", disse Ullrich em pronunciamento publicado em seu website.

Ex-campeão suspenso via fax

Jan Ullrich unter Dopingverdacht

Para o ciclista, maneira da suspensão é inaceitável

T-Mobile tirou Ullrich e Sevilla da equipe quando ambos falharam em responder a um ultimato: provar que não estavam relacionados com a questão do doping. Ullrich foi despedido do time via fax, uma maneira "inaceitável" na avaliação do alemão.

"Estou muito decepcionado que esta decisão não tenha sido comunicada pessoalmente, mas tenha sido enviada via fax para meus advogados", disse Ullrich. O ciclista de 32 anos estava sob contrato com a T-Mobile até o fim deste ano. "Acho vergonhoso que depois de tantos anos de uma boa e frutífera relação de trabalho e de tudo o que eu fiz pelo time, eu apenas receba um fax."

O gerente-geral da T-Mobile, Olaf Ludwig, disse na ocasião: "Jan foi suspenso e não forneceu provas de sua inocência, ao contrário do que havia anunciado. A dispensa foi a saída lógica para a questão".

Nenhum teste positivo, nem prova de inocência

"Para nós não é uma caça às bruxas. Jan sempre será o primeiro alemão a vencer o Tour de France, mas ao mesmo tempo não estamos dizendo que ele esteve dopado. No entanto, não temos provas de sua inocência", declarou o porta-voz da T-Mobile, Christian Frommert.

IOC Doping Kontroll Labor

A investigação de doping continua

"Tomamos esta decisão porque acreditamos, analisando as informações fornecidas pelos investigadores, que Jan Ullrich estava implicado na questão do doping na Espanha. Contudo, ele não teve um teste positivo", acrescentou.

Apesar de rumores de uma reunião para possível reconciliação entre o ex-campeão olímpico e gerentes da T-Mobile, o futuro de Ullrich no ciclismo ainda é incerto.

Carreira de prêmios e controvérsias

Sua suspensão do ciclismo vai durar o tempo da investigação do seu envolvimento no escândalo de doping. Se considerado culpado, um banimento maior será determinado. Aos 32 anos de idade, com sua tendência a lesões e a crescente desilusão com o esporte, Ullrich pode encerrar sua carreira.

O escândalo do doping pode acabar sendo a última gota para um ciclista que sempre teve suas conquistas cercadas de controvérsias.

Jan Ullrich 1997

Ullrich foi o primeiro alemão a vencer o Tour de France

Vencedor do Tour em 1997 e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de 2000, além de detentor de diversos outros títulos, Ullrich sempre será lembrado por suas batalhas públicas com problemas de peso, um incidente no qual dirigia bêbado e um teste positivo para doping em 2002, após ingerir duas pílulas de ecstasy. Por isso, qualquer resultado positivo no atual escândalo vai se transformar numa sombra definitiva em sua carreira por completo.

Se Ullrich se aposentar dentro destas circunstâncias, será um triste fim de uma carreira brilhante, de um corredor que seria lembrado como o ciclista alemão do século que poderia ter alcançado muito mais.

Leia mais