1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Jogos Olímpicos

Futebolistas alemãs querem ouro olímpico

Dois dias antes da cerimônia oficial de abertura, as competições olímpicas começaram com uma vitória do futebol feminino. Campeãs mundiais golearam a seleção da China.

default

8 a 0: uma estréia para ninguém pôr defeito

Para a seleção alemã de futebol feminino, os Jogos Olímpicos começaram dois dias antes da cerimônia oficial de abertura, com uma goleada inesperada. Só a estrela da equipe, Birgit Prinz, fez quatro dos oito gols com que as alemãs nocautearam as chinesas, que não conseguiram acertar a rede nenhuma vez. "Eu não teria ousado sequer sonhar com um resultado desse", revelou a técnica das alemãs, Tina Theune-Meyer.

Dez meses após seu triunfo no Campeonato Mundial, as jogadoras alemãs – medalha de bronze em Sydney, no ano 2000 – tinham entrado na disputa com a firme intenção de conquistar também a medalha de ouro olímpica. "Vai ser superdifícil, mas nós estamos a fim de corresponder às expectativas", declarara Prinz, que confirmou a garra na partida desta quarta-feira (11/08) no estádio de Patras, a 220 quilômetros de Atenas.

EUA querem desforra

A lista de favoritos é relativamente grande, considerando-se que há apenas dez equipes na competição. A China era um dos nomes citados por observadores, ao lado de Estados Unidos, Suécia, Brasil e Alemanha.

O próximo jogo das alemãs será na terça-feira, dia 17, contra o México. Seja qual for o resultado desta partida, sua vitória na estréia já lhes garantiu a classificação para as quartas-de-final. O que teria de tudo para ser um grande clássico nesta Olimpíada seria um encontro com a seleção dos Estados Unidos, que as alemãs derrotaram no campeonato Mundial por 3 a 0.

Prestes a se despedir de sua superstar Mia Hamm, as norte-americanas não querem saber de outra coisa senão a medalha de ouro. "Acredito ainda hoje que fomos a melhor seleção do Campeonato Mundial. Em Atenas, vamos nos reabilitar", já avisou a técnica do dream team, April Heinrichs.

Leia mais