1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Fundo de resgate repassa mais 2 bilhões de euros à Grécia

Mecanismo Europeu de Estabilidade autoriza o desembolso de mais uma parcela dos empréstimos emergenciais, após Atenas ter aprovado reformas necessárias. Quantia é destinada ao reembolso de três dívidas junto ao FMI.

O Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, sigla em inglês) autorizou o desembolso de mais uma parcela dos empréstimos emergenciais no valor de 2 bilhões de euros, nesta segunda-feira (23/11), depois de o Parlamento da Grécia ter aprovado as reformas necessárias na última semana.

Segundo comunicado do ESM, a quantia se destina a reembolsos da dívida grega, a pagamentos pendentes e ao financiamento de projetos que contam com fundos estruturais. Atenas tem de realizar três reembolsos em dezembro – 7, 16 e 21 – ao Fundo Monetário Internacional (FMI), num total de 1,244 bilhão de euros.

"A decisão de pagar os dois bilhões de euros reflete o compromisso do governo grego no programa de assistência e a adoção de uma longa lista de reformas essenciais", afirmou o diretor do fundo, Klaus Regling, enaltecendo principalmente as reformas no setor financeiro.

O dinheiro faz parte do empréstimo de 86 bilhões de euros concedido à Grécia e que será pago ao longo de três anos. Em julho, a Grécia havia entrado com um pedido foram de ajuda financeira ao ESM. Em troca dos recursos, o país se comprometeu a realizar reformas econômicas.

Em meados de agosto, foi anunciado um primeiro desembolso de 26 bilhões de euros, dos quais 13 bilhões foram para pagamentos ao FMI e ao Banco Central Europeu (BCE) e 10 bilhões para a recapitalização dos bancos. Os restantes três bilhões seriam pagos quando houvesse reformas. Após o pagamento autorizado nesta segunda-feira, ainda há 1 bilhão de euros a serem transferidos a Atenas.

PV/lusa/dpa

Leia mais