1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Funcionário põe fogo e mata crianças em creche em Minas Gerais

Ao menos quatro alunos, todos de 4 anos, morrem após segurança atear fogo em crianças e nele mesmo em centro de educação infantil em Janaúba, no norte do estado. Agressor também morre. Incêndio deixa dezenas de feridos.

Brasilien Kindergarten Feuer (Getty Images/A.de Jesus)

Tragédia em creche municipal chocou Janaúba nesta quinta-feira

Ao menos quatro crianças morreram queimadas na manhã desta quinta-feira (05/10) em uma creche municipal na cidade de Janaúba, no norte de Minas Gerais, após um vigia da instituição ter ateado fogo nos alunos e em si mesmo. Ele morreu em razão do incêndio, que ainda deixou vários feridos.

A tragédia ocorreu por volta das 9h40 (horário local) no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, no bairro Rio Novo. Segundo testemunhas, o agressor jogou álcool e colocou fogo sobre o próprio corpo e foi em seguida em direção às crianças.

As vítimas foram três meninos e uma menina, todos de 4 anos. A prefeitura de Janaúba chegou a informar que uma das professoras também havia morrido, mas autoridades de saúde depois confirmaram que ela está viva e é uma das pessoas internadas com lesões.

Segundo o portal de notícias G1, cerca de 40 pessoas foram atendidas pelo Hospital Regional de Janaúba, sendo 25 com queimaduras e 15 em estado de choque – essas últimas já foram liberadas. Entre as vítimas internadas há crianças de 4 e 5 anos e também funcionários da creche, disse o hospital. Ao menos 15 pessoas respiram com ajuda de aparelhos.

O jornal Folha de S. Paulo afirmou que 11 crianças foram hospitalizadas na Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan) em estado grave, com queimaduras no corpo ou vias respiratórias comprometidas.

Segundo a Polícia Militar, um avião do governo foi enviado a Janaúba para transferir feridos para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, considerado referência no tratamento de queimaduras em Minas Gerais.

Brasilien Feuer Kindergarten (Getty Images/A.de Jesus)

Incêndio deixou dezenas de pessoas feridas, enquanto familiares aguardam por notícias em hospitais

O autor do incêndio, identificado como Damião Soares dos Santos, de 50 anos, chegou a ser internado em estado grave, mas morreu horas depois. De acordo com a polícia, ele era funcionário efetivo da creche municipal desde 2008 e trabalhava como segurança noturno.

Segundo a imprensa brasileira, a prefeitura de Janaúba disse que Santos voltaria a trabalhar nesta quinta-feira, após tirar férias entre julho e agosto e depois apresentar um atestado médico. O problema de saúde alegado por ele não foi informado. O vigia teria ido à escola entregar um novo atestado quando provocou o incêndio.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida. A Polícia Civil de Minas Gerais comunicou que abriu um inquérito para apurar o incidente.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, decretou luto oficial de três dias no estado. Em mensagem no Twitter, ele afirmou que já está em Janaúba para acompanhar o caso. "Todos os equipamentos e insumos necessários para o atendimento às vítimas estão disponíveis no Hospital Regional", informou o político.

O presidente Michel Temer também se pronunciou sobre o incêndio, afirmando "lamentar imensamente a tragédia". "Sou pai e imagino que esta deve ser uma perda dolorosa. Quero expressar minha solidariedade às famílias e lamentar esse acontecimento", disse o chefe de Estado.

Com cerca de 70 mil habitantes, a cidade de Janaúba está localizada no norte de Minas Gerais, a aproximadamente 550 quilômetros de Belo Horizonte.

EK/abr/efe/ots

Leia mais