1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Frio e neve não vão embora

2002 não traz mudanças climáticas imediatas à Alemanha. Onda de frio irá permanecer. Neva em boa parte do país. Máximas variam de –6ºC a +1ºC. Quem comemorar réveillon ao ar livre terá de caprichar nos casacos.

default

Os trenós estão deslizando em quase todo o país

Enquanto os fãs dos esportes de inverno não têm do que reclamar, polícia, defesa civil e bombeiros seguem com muito trabalho. No Palatinado, em Hessen, Baden-Württemberg e na Baviera, muitas estradas estiveram interditadas na manhã do último dia do ano, devido ao risco de queda de árvores, sobrecarregadas com o peso da neve acumulada nos galhos.

Em alguns locais, motoristas indisciplinados estavam ignorando os avisos de interdição de estradas e a polícia teve de bloqueá-las de fato, pondo objetos de grande volume sobre o asfalto. Também não houve condições de tráfego em vários trechos ferroviários.

Neve e gelo causaram maiores problemas no norte do país. As auto-estradas na Baixa Saxônia se transformaram quase em pistas de patinação. Apesar dos 16 acidentes registrados em poucas horas na região, não houve feridos. Em Osnabrück, formou-se um engarrafamento de 30 quilômetros na auto-estrada. Segundo a polícia, os automóveis não conseguiam andar a mais de 20 km/h.

Feridos foram registrados em acidentes em Brandemburgo e, na Pomerânia Ocidental, houve uma morta, quando a motorista derrapou com seu carro sobre o gelo e colidiu com uma árvore.

Pistas de esqui abertas – Quem pratica esportes de inverno não precisa ir até os Alpes. Se no ponto culminante da Alemanha, o Zugspitze, a neve acumulada já chega a 2,7 metros, há condições para se esquiar em todas as montanhas centrais do país. No Harz, a camada passa de 1,5 metro, enquanto no pico Wasserkuppe, em Hessen, há 90 centímetros. Comparativamente, falta neve na Floresta Negra. Mesmo assim, seu cume, o Feldberg, está sob 30 centímetros, o que já permite o uso de trenós e esquis.

Na noite passada, os termômetros chegaram a –13ºC, na fronteira com a Dinamarca. Ao meio-dia desta segunda-feira, eram as seguintes as temperaturas nas principais cidades da Alemanha:

  • Hamburgo: -5ºC, céu limpo
  • Dresden: -5ºC, muito nebuloso
  • Berlim: -4ºC, nevasca
  • Colônia: -2ºC, neve
  • Frankfurt: -3ºC, céu limpo
  • Munique: -4ºC, neve

    Ano Novo – A previsão do Serviço Alemão de Meteorologia para a noite de réveillon é de muito frio. Espera-se –15ºC para a Floresta Bávara, pouco abaixo de zero em Colônia e +3ºC no litoral do Mar do Norte, onde o ano começa com chuva. No Leste, deve nevar novamente.

    Ao longo da semana, o frio irá permanecer, mas as nevascas irão provavelmente cessar e o sol aparecerá com maior freqüência.

    Enchentes – Em Trier, a enchente do Rio Mosela atingiu seu ponto máximo na manhã de segunda-feira. O nível do rio chegou a 8,42 metros, 5,5 acima do normal. A perspectiva, agora, é de que a situação regrida.