1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Frentzen não vai disputar o GP da Hungria

O piloto alemão de F1, Heinz Harald Frentzen, não irá correr no circuito de Hungaroring no próximo domingo (18/8). Sem escuderia, ele aguarda uma possível contratação.

default

O piloto alemão deixou a Arrows no início do mês

"Eu não tenho intenção de correr na Hungria", afirmou Heinz Harald Frentzen, revelando ainda que pretende acompanhar pela televisão a corrida de F1 do próximo domingo (18/8).

O futuro do piloto alemão de 35 anos ainda é incerto. No dia 2 de agosto, ele decidiu sair da Arrows devido à grave crise financeira em que se encontra a escuderia inglesa. Segundo a imprensa européia, a Arrows teria dívidas no valor de cerca de 100 milhões de dólares e estaria à beira da falência.

Com a demissão em plena temporada de corridas, o retorno de Frentzen ainda este ano é tido como improvável. Tudo indica, entretanto, que o piloto não ficará desempregado por muito tempo. "Nas próximas semanas chegaremos a uma decisão. Eu acredito que, o mais tardar no próximo ano, Heinz-Harald estará novamente disputando o campeonato de Fórmula 1", declarou seu empresário, Monte Field.

Toyota - O mais provável é que seja contratado pela Toyota. Frentzen, inclusive, já participou de uma reunião com representantes da escuderia japonesa no escritório da firma em Colônia. "A equipe é interessante, composta por pessoas simpáticas. Eu posso me imaginar correndo pela Toyota", revelou o piloto após o encontro.

A mudança seria realmente bem vantajosa, principalmente porque a Toyota dispõe de um orçamento bem mais generoso do que a Arrows. A escuderia japonesa, por sua vez, resolveria o problema de encontrar um substituto para o escocês Allan McNish. Até o final de agosto, a Toyota pretende anunciar o nome de seu novo piloto. Outras escuderias também estariam interessadas em Frentzen, como sua ex-empregadora, a Jordan, bem como a Jaguar e a Sauber. Todas já conversaram com o piloto alemão nas últimas semanas. "Meu entusiasmo pela Fórmula 1 continua grande", declarou Frentzen.

Pentacampeão - Enquanto Frentzen tenta fechar um contrato, o alemão Michael Schumacher está tranqüilo para enfrentar os cinco GPs restantes da temporada 2002 de F1. Com o título garantido antecipadamente, o piloto da Ferrari não tem com que se preocupar. "Eu só posso afirmar que correr sem a pressão da vitória tem lá seu sabor."

O objetivo da Ferrari é agora se consolidar como a líder entre as escuderias. Para isso, a meta é fazer do brasileiro Rubens Barrichello o vice-campeão da temporada. Após disputar 12 das 17 corridas do ano, Rubinho está em quarto lugar com 35 pontos, atrás dos pilotos da Willians, Juan Pablo Montoya (40 pontos) e Ralf Schumacher (36 pontos).

Leia mais