1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Franziska van Almsick volta às raias de competição

Estrela da natação alemã retorna após recuperar-se de hérnia de disco. Campeonato Alemão de Piscina Curta terá também outros veteranos.

default

Franziska na Olimpíada de Atlanta, em 1996

O Campeonato Alemão de Piscina Curta, que começa nesta sexta-feira e vai até domingo, em Rostock, será palco da volta às raias dos veteranos Franziska van Almsick e Jörg Hoffmann. Ela ficou 15 meses longe das águas devido a uma hérnia de disco e ele 18.

A disputa em Rostock é preliminar para o Campeonato Europeu que ocorrerá em dezembro em Antuérpia, Bélgica. Mais de 500 atletas participarão da competição nacional. Mas como o sol não sorri para todos, "apenas os melhores dos melhores viajam para a Antuérpia", faz questão de lembrar o treinador da Federação Alemã de Natação, Ralf Beckmann. No máximo, 26 atletas alemães viajarão ao país vizinho.

Franziska, de 23 anos, deverá pular na água para competir nos 200 metros livres, mesma prova de Hannah Stockbauer, de 19 anos e atualmente campeã mundial. "Tudo ou nada" é o lema da veterana, que tem treinado de cinco a seis horas por dia sob a supervisão de seu novo técnico Norbert Warnatzch.

Franziska está empenhada em afastar o fantasma da derrota que se abateu sobre ela na Olimpíada de Sydney, quando era uma das favoritas, mas voltou para casa sem medalhas. No que depender do azar alheio, a recordista mundial dos 200 metros livres poderá sair-se bem. Duas de suas concorrentes estão com problemas de saúde. A também campeã mundial Antje Buschulte está de fora da competição nacional por causa de um forte resfriado. Enquanto que a campeã e recordista mundial de piscina curta Sandra Völker sofre no momento de dores nas costas.

Essa é o segundo retorno de Franziska à natação. Após um acidente de motocicleta há quatro anos, ela já havia se afastado das piscinas. A nadadora, porém, não define a situação atual como um revival. "Eu só utilizei a palavra retorno para o meu acidente em 1997. Para mim Rostock não é nada disso", declarou enfática.

Mais velho que Franziska, Jörg Hoffman, campeão mundial nos 400 e 1500 metros livres, também volta às piscinas. Aos 31 anos de idade, seu objetivo é estreito: desafiar o dez anos mais jovem Heiko Hell.

Mesmo com uma mira certa, além de Hell, Hoffman enfrentará de quebra Sven Lodziewski, de 36 anos. Após sua medalha de bronze no mundial, no revezamento 4x100 livres, o mais velho de todos quer aproveitar o que chama de "terceira primavera" e desfrutar os últimos tempos de sua carreira. Sabedoria da idade? Enquanto Hoffman desafia, Lodziewski relaxa.

Links externos