1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Frankfurt deixa economia de lado e se veste de futebol

A sóbria Frankfurt se rendeu à paixão pelo futebol. Em vez dos ternos e gravatas dos centros financeiros, camisas das seleções em um espaço que vem chamando a atenção do público, com um telão flutuante.

default

Torcedores fazem a festa na arena montada sobre o rio

Frankfurt é conhecida no mundo inteiro como centro financeiro da União Européia, uma cidade que impressiona pelo gigantismo de suas instituições bancárias, instaladas nos mais altos arranha-céus da Alemanha. Mas, desde o início de junho, graças à Copa do Mundo, ela ganhou ares de jovialidade, principalmente pela criação da Main Arena, situada no rio que corta a cidade.

A arena consiste num enorme telão flutuante de 16 x 9 metros, que fica sobre as águas do Rio Meno, onde estão sendo exibidos 56 dos 64 jogos do torneio. Nas margens, foram armadas arquibancadas para receber uma platéia de 3200 espectadores, enquanto outras 27 mil poderão assistir aos dribles de Ronaldinho, no sábado (01/07) contra a França, e aos passes de Michael Ballack, nesta sexta (30/06), contra a Argentina, nos gramados ao redor. E o melhor de tudo: a entrada é franca.

A idéia de criar esse estádio diferente nasceu em 2003, durante a realização da consagrada festa realizada junto aos museus, evento anual que costuma arrastar milhões de visitantes para as dezenas de museus que ficam nos dois lados do Rio Meno. A firma Atelier Markgraph, que organizava um show de projeção e iluminação no chamado Barco das Idéias – um telão flutuante nos moldes do atual –, causou sensação junto ao público.

À medida que o barco ia passando em frente a determinado museu, eram exibidas imagens das obras de arte nele expostas. A idéia deu tão certo que os organizadores não titubearam em pensar algo semelhante para esta Copa.

A festa do futebol

Os 800 mil euros investidos no telão da Main Arena devem garantir um bom retorno para a cidade. Para os próximos jogos, são esperadas platéias superiores a 30 mil torcedores. Faça sol ou chuva, o telão flutuante, que pesa cerca de 300 toneladas, incluindo os geradores de energia, atrai milhares de pessoas.

Sua construção é parecida com a de uma plataforma de petróleo, sendo controlada hidraulicamente, de forma que a tela possa estar sempre acima do nível da água. Na parte norte da plataforma, há também dois pequenos campos de futebol que vêm sendo utilizados nas pausas das partidas. Já no lado sul, o espaço é reservado aos anunciantes da Copa e seus convidados, que têm acesso ao Beach Club formado por restaurantes e bares.

Os portões do estádio mais popular da Copa costumam ser abertos três horas antes do início da partida, enquanto o fechamento nos dias úteis é à 1h. Nos finais de semana, os torcedores podem esticar a festa até as 2h, aproveitando as agradáveis noites do verão de 2006 na Alemanha.

Luzes da Cidade

A Copa do Mundo de Futebol vem sendo uma excelente oportunidade para Frankfurt mostrar seus dotes turísticos. A cidade partiu na frente na realização dos festejos da Copa, com um impressionante show de luzes, uma semana antes de Berlim abrir oficialmente o torneio.

Nas noites de 3, 4 e 5 de junho, os moradores e visitantes da cidade de Goethe deixaram-se surpreender durante 45 minutos, com filmes passados nas fachadas dos prédios. Imagens eternas de craques como Pelé, Beckenbauer e Maradona, entre outros, foram exibidas nos arranha-céus.

BdT Fußballprojektion auf die Hochhäuser von Frankfurt am Main WM 2006 Deutschland

Famosos arranha-céus da cidade destacam o futebol

Durante as quatro semanas da Copa, Frankfurt continua estampando em seus imensos prédios retratos dos maiores mitos futebolísticos da atualidade. Quarenta mega-refletores vêm sendo utilizados para exibir fotos e cenas de partidas históricas, em imagens que chegam a ter mil metros quadrados de tamanho.

A poucos quilômetros da Main Arena, no gramado do antigo Waldstadion, Brasil e França disputam neste sábado (01/07)uma vaga às semifinais. Se depender dos bons espíritos no estádio de Frankfurt, a seleção canarinho tem grandes chances de seguir em frente rumo ao hexacampeonato. Afinal, foi ali que o Brasil venceu a Copa das Confederações no ano passado, com uma goleada de 4 a 1 contra os argentinos.

Leia mais