França prende dois suspeitos de planejar atentado | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 18.04.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

França prende dois suspeitos de planejar atentado

Detidos pretendiam realizar um ataque terrorista às vésperas da eleição presidencial, marcada para domingo. Homens de 23 e 29 anos foram detidos durante operação em Marselha, no sul do país.

Policiais em Marselha

Operação em Marselha envolveu policiais e agentes do serviço de inteligência

Dois suspeitos de planejarem um atentado às vésperas da eleição presidencial francesa foram presos nesta terça-feira (18/04) em Marselha, no sul da França. Segundo fontes policiais, os homens de 23 e 29 anos, ambos franceses, são suspeitos de preparar um ato terrorista "iminente".

"Eles planejavam fazer o ataque em solo francês em breve, em outras palavras, nos próximos dias", disse o ministro do Interior, Matthias Fekl. 

A polícia encontrou materiais para confecção de bombas e armas em operações de busca. Os dois homens já tinham passagem pela polícia e eram conhecidos por terem se radicalizado.

"Tudo está sendo feito para garantir a segurança deste grande evento para a nossa República [eleição]", afirmou o ministro ao ressaltar que "o risco de terrorismo continua a ser maior que nunca".

Mais de 50 mil policiais serão mobilizados na operação Sentinela, criada para garantir a segurança nos 67 mil locais de voto durantes a eleição, cujo primeiro turno está marcado para o próximo domingo.

Desde o início do ano, cinco planos de atentados foram desvendados na França. O estado de emergência decretado depois dos atentados de Paris em novembro de 2015 deve continuar em vigor ao menos até as eleições legislativas de junho.

KG/afp/lusa

Leia mais