1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

França mantém alerta terrorista máximo nas festas de fim de ano

Além de manter nível mais elevado de vigilância, governo anuncia novo plano de segurança. País está em alerta desde ataques terroristas em Paris no ano passado.

O presidente da França, François Hollande, decidiu nesta quarta-feira (30/11) pela manutenção do nível máximo de vigilância antiterrorista durante as festas de fim de ano no país, além de ter anunciado uma nova organização das fases de alerta.

Após se reunir com ministros, Hollande afirmou que "o conjunto dos serviços do Estado" estará no nível mais alto de alerta "nas próximas semanas", em particular "por ocasião das várias atividades festivas de final de ano".

O comunicado da presidência ressalta ainda que Hollande validou um novo plano de vigilância antiterrorista "adaptado à evolução da ameaça" e que "completará as medidas adotadas desde os atentados" jihadistas ocorridos na França em 2015.

O novo dispositivo de segurança, que mantém a denominação de operação Vigipirate, terá três níveis de alerta no lugar dos dois atuais e entrará em vigor a partir desta quinta-feira.

O governo francês implementou as medidas de emergência da chamada Operação Vigipirate após os ataques jihadistas contra o jornal satírico Charlie Hebdo e um supermercado judaico em janeiro de 2015. Dez mil soldados foram alocados em áreas consideradas mais visadas, como pontos turísticos e locais judaicos.

Após os ataques de 13 de novembro de 2015 na casa de shows Bataclan, foi declarado estado de emergência. A medida foi prorrogada pela terceira vez em maio deste ano, para cobrir o Eurocopa 2016 e o Tour de France em julho.

Durante o estado de emergência, cerca de 3.500 buscas foram realizadas e pelo menos 56 suspeitos foram detidos, informou o governo em abril.

TMS/efe/afp

Leia mais