1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

França e Alemanha planejam cooperar na pesquisa antiterror

Sombra do 13 de Novembro inspira necessidade de cooperação binacional. Ministra alemã da Pesquisa aponta a necessidade de melhor proteção dos centros urbanos. No Estade de France, primeira partida após atentados.

default

Ataques reivindicados pelo EI ainda marcam parisienses

Em reação aos atentados terroristas na capital da França e às repetidas ameaças na Alemanha, os governos de ambos os países pretendem desenvolver programas conjuntos para pesquisa do combate ao terrorismo, visando proteger melhor locais públicos como centros comerciais e escolas.

"Vemos uma nova dimensão de violência direcionada nas cidades, indo até a ataques terroristas", comentou a ministra alemã da Pesquisa, Johanna Wanka, ao jornal dominical Bild am Sonntag. Ela apontou a necessidade de recursos e medidas para tornar mais seguros os centros urbanos, permitindo a polícia e bombeiros protegerem melhor a população.

Em 1º de fevereiro, a França e a Bélgica já haviam anunciado planos para aprofundar e ampliar a cooperação binacional antiterror. "A ameaça atinge níveis sem precedente", declarou na ocasião o primeiro-ministro francês, Manuel Valls. "Estamos juntos, ombro a ombro, para combatê-la e proteger nossos cidadãos."

Potências europeias na mira do terrorismo islamista

Frankreich Stade de France Football - Francois Hollande

Presidente François Hollande (dir.) no Estade de France: "A vida precisa continuar"

Neste sábado (06/02), o presidente francês, François Hollande, assistiu a um jogo de rugby no Estade de France, lembrando que "a vida precisa continuar". Este foi o primeiro evento esportivo no local desde os ataques islamistas de 13 de novembro de 2015. Nesse dia, criminosos fundamentalistas mataram 130 pessoas e feriram mais de 350 em Paris, a bombas ou a tiros. A milícia terrorista "Estado Islâmico" (EI) reivindicou os atos.

Desde então tem havido, também na Alemanha, diversos avisos sobre planos de atentados. Apenas poucos dias após a tragédia na França, um jogo amistoso entre as seleções da Alemanha e da Holanda em Hannover teve que ser cancelado no último minuto. No Ano Novo duas estações ferroviárias de Munique foram interditadas devido a ameaças de atentados.

No início de fevereiro, a polícia alemã divulgou que quatro argelinos planejavam perpetrar atos terroristas em Berlim. Segundo as autoridades, os planos estavam em fase inicial e não havia "risco concreto e iminente". Estão sendo investigadas possíveis conexões com os ataques de Paris.

AV/afp/dpa

Leia mais