1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

França derrota Portugal e disputa final da Copa contra a Itália

Defesa francesa anula ataque português, impedindo a equipe comandada por Scolari de chegar pela primeira vez à final de uma Copa. França e Itália jogam a final em Berlim. Alemanha e Portugal disputam o terceiro lugar.

default

Zidane comemora gol da vitória marcado em cobrança de pênalti

Oito anos depois do triunfo sobre o Brasil em Paris, a seleção da França volta a disputar a final de uma Copa, desta vez contra a Itália, no próximo domingo (09/07) em Berlim. Os Les Bleus derrotaram os portugueses comandados pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari por 1 a 0 com gol de pênalti, marcado por Zinedine Zidane, na semifinal disputada nesta quarta-feira (05/07) em Munique.

Os 66 mil torcedores no estádio viram uma partida equilibrada, com uma única vantagem decisiva para a França: o pênalti, que o goleiro Ricardo desta vez não conseguiu defender. Foi a primeira derrota sofrida por Scolari em Mundiais. E Portugal, que chegara à semifinal pela segunda vez (a primeira foi em 1966), tem de esperar mais quatro anos para tentar novamente alcançar uma meta nunca atingida: disputar a final de uma Copa.

Portugal não ganha da equipe tricolore desde 1975. Há seis anos, na Eurocopa 2000, Zidane já fora o pesadelo dos portugueses. A três minutos do final da prorrogação, ele cobrou um pênalti, eliminando Portugal do torneio. A França sagrou-se campeã – contra a Itália.

No primeiro tempo em Munique, marcado pela disciplina tática, os portugueses começaram mais ativos, com destaque para Deco, que ditava o ritmo de jogo da equipe comanda por Felipão. O próprio Deco, Maniche e Figo logo testaram o goleiro Barthez, que mostrou insegurança em alguns lances.

Só uma coisa era inconfundível no Estádio da Copa em Munique: Cristiano Ronaldo era vaiado cada vez que tocava na bola, um "castigo" por ter pedido cartão vermelho para Wayne Rooney no jogo contra a Inglaterra, pelas quartas-de-final.

WM 2006 - Portugal - Ricardo

Ricardo defendeu três pênaltis contra a Inglaterra, mas não conseguiu segurar o de Zidane

Atuando um pouco mais recuada no início, depois de meia hora de jogo, a França começou a avançar com mais freqüência e logo teve resultado. Aos 33 minutos, Zidane abriu o placar, cobrando pênalti, que Ricardo Carvalho havia cometido em Henry. Ou melhor: um pênalti que Henry conseguiu com muita "experiência" em cima de um erro fatal do zagueiro português.

A partir daí, Zidane apareceu mais no jogo, enquanto Portugal – pela primeira vez em desvantagem no placar nesta Copa – corria atrás do empate, mas com ações um tanto confusas e lançamentos que não chegavam ao isolado atacante Pauleta.

O segundo tempo começou com dois minutos de atraso, porque os franceses retornaram atrasados dos vestiários. Mas eles logo pregaram um susto em Portugal. No meio-campo, Figo deu um passe errado, que foi parar nos pés de Henry. O atacante francês avançou, driblou Fernando Meira e chutou rasteiro. A bola passou sob o corpo de Ricardo e foi para escanteio. Na seqüência, Ribéry obrigou o goleiro português a fazer uma defesa difícil.

Foram as duas únicas chances da França, que na etapa final se restringiu à defesa. Zidane sumiu no jogo, que passou a ser determinado pelos zagueiros Thuram e Vieira, responsáveis por anular o ataque português. Portugal tentou de todas as formas chegar ao gol de empate – inclusive com várias tentativas de cavar pênalti, mas a defesa francesa foi insuperável.

A melhor chance dos portugueses foi de Figo, que aos 32 minutos da etapa final, pegou um rebote de Barthez, após cobrança de falta de Cristiano Ronaldo, mas cabeceou por cima do gol francês.

Agora é esperar para ver o que as duas muralhas – a francesa e a italiana – apresentarão em Berlim no domingo. No sábado, em Stuttgart, a seleção alemã se despede de sua torcida, disputando o terceiro lugar contra Portugal.

No domingo, Zidane vestirá pela última vez a camisa da seleção francesa. "Eu não poderia imaginar coisa melhor do que disputar uma final de Copa no encerramento de minha carreira. Agora vamos tentar conquistar a taça", disse. Os torcedores franceses já fazem planos para o ídolo do futebol. "Zidane para presidente", gritavam fãs em Paris, depois do jogo contra Portugal.

PORTUGAL 0 x 1 FRANÇA

Portugal

Ricardo - Miguel (Paulo Ferreira), Fernando Meira, Ricardo Carvalho, Nuno Valente - Costinha (Hélder Postiga), Maniche - Figo, Deco, Cristiano Ronaldo - Pauleta (Simão)

Técnico: Luiz Felipe Scolari

França

Barthez - Sagnol, Thuram, Gallas, Abidal - Vieira, Makelele - Ribéry (Govou), Zidane, Malouda (Wiltord) - Henry (Saha)
Técnico: Raymond Domenech

Data: 5/7/2006 (Quarta-feira)

Local: Estádio da Copa em Munique

Horário: 21h (16h de Brasília)

Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

Auxiliares: Walter Rial e Pablo Fandino (ambos uruguaios)
Cartões amarelos: Ricardo Carvalho (P), Saha (F)
Gols: Zidane (F), cobrando pênalti aos 33min do primeiro tempo

Leia mais